O relógio marcava 35 minutos do segundo tempo da partida entre Equador e Chile, em Quito, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, nesta quinta-feira (6), quando o meio-campista #Enner Valencia, de 26 anos, caiu no gramado.

O jogador foi substituído, deixou o campo no carrinho da maca e foi direto para a ambulância. Mas calma. Enner Valencia não estava contundido, nem com nenhum problema de saúde, ele fez tudo isso para não ser preso no Estádio Olímpico Atahualpa.

Policiais, com mandado de prisão em mãos, estavam atrás do meia do Everton, da Inglaterra, devido aos atrasos no pagamento da pensão dada a filha de cinco anos. O jogador deve cerca de US$ 17 mil em #pensão alimentícia.

Publicidade
Publicidade

A fuga

A fuga do meio-campista foi filmada. O carrinho da maca acelera na pista de atletismo à beira do gramado e policiais tentam alcançá-lo. O jogador é rapidamente transferido para a ambulância.

Na quarta-feira, o advogado da mãe da criança, Paul Marín, e policiais foram ao treino da seleção equatoriana atrás do jogador. Em entrevista depois do ocorrido, o advogado, representante legal da mãe da filha de Enner Valencia, reclamou dos policiais, que não teriam colaborado para que a prisão fosse feita.

O profissional questionou a atitude do jogador. “Dizem que este senhor ganha tanto, por que não paga mensalmente à pensão à sua filha?”, perguntou Marín. Esta é uma pergunta que só Enner Valencia pode responder.

Além da tentativa frustada na quarta-feira, a polícia também foi atrás do jogador na chegada da delegação da seleção equatoriana ao estádio.

Publicidade

Ou seja, Enner Valencia driblou as forças policiais três vezes. 

Reviravolta

Enner Valencia não foi alcançado pelos policiais que foram ao Estádio Olímpico buscá-lo. Mas logo depois do ocorrido, a juíza equatoriana que cuida do caso revogou o mandado de prisão. A revogação ocorreu porque a defesa do jogador enviou uma carta à magistrada.

Em campo

Se Enner Valencia fugiu de campo para não ser preso, dentro dele a seleção equatoriana venceu a seleção chilena por 3 a 0. O meio-campista não marcou. Quem balançou as redes para a seleção do Equador foram Antonio Valencia e Cristian Ramírez, no primeiro tempo, e Felipe Caicedo, no primeiro minuto da segunda etapa.    #Fuga de jogador