A novela “#A Lei do Amor” estreou na segunda-feira (3), na Globo, e uma das coisas que mais tem chamado a atenção nesta primeira semana do folhetim e é aparência do veterano ator #Tarcísio Meira, que completou 81 anos nesta quinta-feira (5).

Desde as chamadas da novela, a aparência de Tarcísio já era destaque. Ele aparece com um visual rejuvenescido nesta primeira fase de “A Lei do Amor”. Mas os telespectadores conseguiram perceber a maquiagem pesada aplicada sobre o rosto do ator.

As novas tecnologias dos aparelhos de TV facilitam para que os telespectadores identifiquem quando um ator está muito maquiado.

A repercussão foi imediata nas redes sociais e no microblog Twitter muitos usuários comentaram sobre a maquiagem de Tarcísio Meira.

Publicidade
Publicidade

Não faltaram, claro, comentários bem humorado em relação a aparência do intérprete do malvado Fausto.

Tarcísio foi comparado a José Luiz Datena, a personagem de filme de terror, a usuário de aplicativo de editor de imagem na vida real e muito mais. Confira os sete melhores tweets sobre o caso.

Repercussão no Twitter

1 – Será que usaram massa corrida no rosto do ator veterano para que ele ficasse com uma aparência mais nova?

2 – Será que usaram algum efeito espacial para que o ator de 81 anos ficasse com um rosto mais rejuvenescido?

3 – Houve quem comparasse Tarcísio Meira ao personagem Jigsaw, do filme de terror “Jogos Mortais”.

Publicidade

4 – O usuário abaixo achou que o ator global está usando o aplicativo Facetune – editor de imagens – na vida real.

5 – Olha a propaganda. Só conhece o rejuvenescedor citado na postagem quem assiste aos programas de fofocas das tardes da televisão brasileira.

6 – Tarcísio Meira parecido com vampiro? Deve ser herança da novela “O Beijo do Vampiro”, de 2002, em que ele interpretou o duque vampiresco Bóris.

7 – Para finalizar, duas fotos de Tarcísio Meira. Ou seria uma do ator e outra do jornalista José Luiz Datena, apresentador do programa policial “Cidade Alerta”?

“A Lei do Amor” vai ao ar de segunda a sexta, logo depois do “Jornal Nacional”.