Diante do São Paulo na noite da última segunda, no Giulite Coutinho, em Édson Passos, o Fluminense sofreu a terceira derrota consecutiva no #Campeonato Brasileiro, todas pelo placar de 2 a 1 (as outras foram para o Santos, na Vila Belmiro e o Flamengo, no Raulino de Oliveira), desempenho que provocou a saída da equipe das Laranjeiras do grupo dos classificados à próxima Taça Libertadores da América. Consciente do momento negativo, o atacante Wellington pediu a reação imediata por parte da agremiação carioca.

"O Brasileiro é um campeonato muito forte, mas agora é olhar para frente e já pensar no jogo contra o Coritiba. Temos que continuar trabalhando forte para voltar a vencer", disse, em entrevista concedida ao site oficial do Tricolor, o atleta, citando a partida de domingo, às 18h30 (de Brasília), no estádio Couto Pereira.

Publicidade
Publicidade

Sem tempo para se lamentar, o Fluminense se reapresentou na tarde desta terça, às 16h30 (de Brasília), nas Laranjeiras, mas, como de praxe, os titulares fizeram apenas um trabalho regenerativo, enquanto os reservas foram a campo para uma atividade tática. A novidade ficou por conta de Diego Cavaleiri, que, mais uma vez, treinou com bola, demonstrando estar plenamente recuperado de um estiramento na coxa esquerda, ocorrida no último dia 07 de setembro, quando o Tricolor, na Arena da Ilha do Governador, perdeu para o Botafogo pelo placar de 1 a 0. Existe, inclusive, a possibilidade de o goleiro retornar no final de semana, assim como o lateral-esquerdo William Matheus, que não enfrentou o São Paulo devido a um incômodo muscular.

Na quarta, haverá folga geral. O próximo treinamento sera a partir das 16h30 (de Brasília), novamente nas Laranjeiras, quando começará a ser definido o time para o confronto diante do Coritiba.

Publicidade

Apesar do novo revés, o #Fluminense permanece firme na luta para, pelo menos, encerrar dentro do G-6 do Campeonato Brasileiro. No momento, em 31 rodadas disputadas, a equipe dirigida pelo técnico Levir Culpi ocupa o nono lugar com 46 pontos, dois a menos em relação ao Atlético-PR, sexto colocado. #PaixãoPorFutebol