Após o empate com o Cruzeiro em 2 a 2, no Mineirão, o time do #Santos precisa de um milagre para conquistar o #Título brasileiro. Necessita vencer o Flamengo no Maracanã e o América-MG, na Vila Belmiro, e torcer para que o Palmeiras não faça nenhum ponto nestas duas rodadas faltantes (o alviverde enfrenta Chapecoense no Allianz Parque e Vitória, em Salvador). A diferença de seis pontos entre os dois rivais explica-se pelo aproveitamento de ambos nas partidas contra os times que estão na zona de rebaixamento.

Enquanto o Palmeiras obteve 100% de aproveitamento contra as equipes que figuram no Z4 (venceu América-MG, Santa Cruz, Figueirense e Internacional nos dois turnos), o time da Baixada conquistou só sete pontos em 21 disputados contra os mesmos times (ainda enfrentará o time mineiro na última rodada do campeonato), índice de eficiência de 33% sobre os mesmos.

Publicidade
Publicidade

Até na sua casa - onde costuma ser imbatível - o time da Vila Belmiro perdeu para Figueirense e Internacional.

Contra o Inter, o Santos não somou pontos. Perdeu no primeiro turno em sua casa por 1 a 0 e no returno foi superado pelos gaúchos por 2 a 1 - de virada - em jogo que ficou marcado pela arbitragem polêmica de Rodrigo Raposo (expulsou Lucas Lima injustamente alegando "cera" do meia).

Conquistou apenas um ponto nos confrontos contra o Figueirense ao empatar em Florianópolis e perder no seu próprio estádio, jogo da despedida de Gabriel Barbosa. O time sofreu para superar o Santa Cruz no Pacaembu (3 x 2) e perdeu para os pernambucanos por 2 a 0, no Arruda.

A equipe era líder na última rodada do primeiro turno quando foi superada pelo lanterna América-MG por 1 a 0. Nesta partida, o goleiro Vanderlei foi expulso.

Publicidade

Em contrapartida, o Peixe obteve duas vitórias, dois empates e uma derrota contra os concorrentes diretos ao título (Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo) com aproveitamento 53,34%. Empatou com o líder fora e venceu em casa, perdeu para o Galo (fora) e depois goleou a equipe de Robinho (casa), e empatou com o Flamengo na Arena Pantanal - partida marcada pela venda do mando de campo pelo presidente do clube, Modesto Roma Júnior. #Campeonato Brasileiro