A partida final da Série C do Campeonato Brasileiro, realizada no sábado (5 de novembro) em Varginha, foi um verdadeiro pesadelo para o #Guarani. Além da derrota por 3 a 0 para o Boa Esporte-MG, o que custou o título e o sonho bugrino de ser o único clube brasileiro campeão em três divisões diferentes do Brasil, o zagueiro Pereira, do time de Campinas, deverá receber uma pena exemplar por agressão ao árbitro.

A agressão

Tudo aconteceu aos 17 minutos da segunda etapa, quando o zagueiro Pereira protegeu uma bola próxima do meio de campo com o corpo. Na disputa, o atacante Rodolfo, do Boa Esporte, caiu ao chão fazendo referência que tivesse sofrido uma cotovelada.

Publicidade
Publicidade

Imediatamente, o árbitro Marcos Mateus Pereira marcou falta e expulsou o atleta do Guarani.

Inconformado, Pereira empurrou violentamente o árbitro, que caiu no chão. Enquanto a Polícia Militar chegava para proteger o juiz, o jogador Aurimar, do Guarani, tentou segurar o zagueirão enlouquecido, que deu um golpe de judô para se livrar do companheiro. Outros atletas do Guarani chegaram a tempo de evitar que Pereira tentasse voltar a agredir o árbitro e retiraram o agressor de campo.  

A cena correu o mundo e causou indignação.

Julgamento

Ainda não foi marcado o julgamento de Pereira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A previsão é que ocorra na semana que vem, o que tem causado séria preocupação para o atleta de 32 anos.

Devido à gravidade da atitude, especula-se que o próprio STJD pretende punir de forma severa e exemplar.

Publicidade

A expectativa é que Pereira fique afastado dos gramados por, pelo menos, um ano, o que poderá representar o fim da sua carreira profissional.    

Artigo 254-A

O zagueiro será julgado pelo Artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê suspensão mínima de seis meses para atos como o cometido por Pereira.

O árbitro Marcos Mateus Pereira também registrou Boletim de Ocorrência numa delegacia da cidade e relatou a agressão na súmula do jogo.

Em entrevista a uma rádio de Campinas, Pereira demonstrou tranquilidade e afirmou aguardar uma pena leve. #SérieCBrasileirão #Brasileirão