Depois de empatar por 3 a 3 com o Santa Cruz pela 36 rodada do Brasileirão e adiar o sonho atleticano do bicampeonato brasileiro, o técnico do #Atlético Mineiro, Marcelo Oliveira desabafou: “A partir de agora a gente respira a final (da #Copa do Brasil)”.

O Atlético vai encarar o #Grêmio de Renato Gaúcho nesta quarta-feira, 23, a partir das 21:45, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Apesar de o Galo estar mais bem posicionado na tabela do Brasileirão e possuir o melhor ataque da competição com 60 gols, Marcelo rejeita o favoritismo.

“Vai ser um jogo muito equilibrado. Cabe ao Atlético impor sua condição de jogar em casa, ditar o ritmo do jogo e ter os cuidados necessários também", disse em entrevista coletiva neste domingo (20).

Publicidade
Publicidade

O principal drama do Galo são os desfalques. O time não poderá contar com um dos seus principais nomes, o meia-atacante Luan, que sofreu um edema na panturrilha e não jogará a primeira partida. O jogador foi o responsável pelo gol que deu o título da Copa do Brasil ao Galo em 2014, contra o rival Cruzeiro. O meia Otero e o lateral-esquerdo Fábio Santos também são dúvidas.

Segundo a assessoria do time mineiro, até a tarde desta segunda-feira mais de 43 mil ingressos já haviam sido vendidos para o confronto.

O campeão será conhecido dia 30 de novembro na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O tricolor gaúcho havia perdido o direito de decidir a Copa do Brasil em casa depois que o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) puniu o time por invasão de campo da filha do técnico gremista, Carol Portaluppi, na partida pela semifinal do campeonato, em 3 de novembro.

Publicidade

A medida foi suspensa menos de 24 horas depois por meio de liminar.

A arbitragem do primeiro jogo ficará por conta de Pericles Bassols Cortez (FIFA/PE) e dos auxiliares Rodrigo Henrique Correa (FIFA/RJ) e Nadine Schramm Camara Bastos (FIFA/SC).

Atlético Mineiro e Grêmio já se enfrentaram 67 vezes, sendo que os gaúchos levam vantagem no número de vitórias, 27, contra 21 dos mineiros e 19 empates.