Apesar das pessoas que acabam perdendo a cabeça durante partidas de futebol, ainda é possível acreditar em atitudes humanas e dignas de elogios. Dois anos após a cena que marcou a Copa do Mundo, realizada no Brasil, em que o jogador brasileiro David Luiz pediu que a arquibancada aplaudisse o colombiano James Rodriguez, que chorava após ser eliminado pela seleção canarinho, o clube #Atlético Nacional ganha destaque por uma atitude solidária.

Após o trágico #Acidente aéreo que ceifou a vida de quase todos os atletas do clube brasileiro, #Chapecoense, o time Atlético Nacional usou as redes sociais para anunciar que estava solicitando que a Commebol, responsável pelo campeonato, entregue o título ao clube brasileiro.

Publicidade
Publicidade

A solicitação está presente também, no site oficial do clube de futebol, que diz o seguinte:

“A dor fere nossos corações e invade nossos pensamentos. Tem sido horas infelizes e estamos chocados com a notícia que jamais gostaríamos de ter ouvido. O acidente de nossos irmãos do futebol do Chapecoense nos marcará por toda a vida e deixará uma marca inapagável no futebol latino-americano e mundial. Tudo isso foi completamente inesperado, por isso a dor. Estavam todos eles, jogadores, treinadores, jornalistas e tripulação, pessoas com sonhos, por isso o choro.

O lamento mundial também foi estendido a família Verdolaga desde os seus patrocinadores, sua direção, equipe técnica, jogadores, parte administrativa e torcedores, que expressam tristeza por esse absurdo. A solidariedade não quis esperar e de nossa parte, acompanhamos o sofrimento de nossos irmãos que abandonaram suas famílias como nós, para seguir na ilusão de sermos campeões continentais da Copa Sul-Americana.

Depois de pensarmos pelo lado humano, decidimos pensar pelo ponto de vista esportivo e por isso decidimos fazer esse comunicado, onde o Atlético Nacional solicita a Commebol que o título de campeão da Copa Sul-Americana seja entregue a Associação Chapecoense de Futebol pela sua grande perda e em homenagem póstuma as vítimas do acidente fatal que enluta nosso esporte.

De nossa parte e para sempre, Chapecoense, Campeão da Copa Sul-Americana 2016.”

Logo após o acidente, a Commebol anunciou que adiaria a final do campeonato até decidirem algo a respeito.

Publicidade

No Brasil, o Brasileirão e a Copa do Brasil foram adiados e só retornam a pós dia 10 de dezembro.