Em seu melhor momento nas Eliminatórias para Copa de 2018, a Bolívia sofreu uma punição que abala não só ela, mas  também a Argentina, na briga pela classificação à Rússia daqui há dois anos. A Fifa divulgou nesta terça-feira (01) que pela escalação irregular do volante Nelson Cabrera, nos jogos contra o Peru e Chile, respectivamente. Nestas duas partidas, a equipe boliviana conseguiu uma vitória e um empate, somando quatro pontos. 

A entidade que rege o #Futebol definiu que essas duas partidas tiveram seus resultados alterados para o placar de 3 a 0 aos adversários bolivianos. Sendo assim, a equipe dirigida por Ángel Guillermo Hoyos continua em nono lugar, só que agora quatro pontos apenas.

Publicidade
Publicidade

Antes da punição a equipe somará oito pontos. 

Com a mudança de resultados quem comemorou foi o Chile. A equipe que empatou com a Bolívia, ganhou dois pontos soma 15 pontos, chegando a quinta colocação. Já Peru, somou três pontos e agora está com 13 pontos, mantendo-se na oitava colocação.

Quem mais foi prejudicada foi a Argentina. A seleção de Messi e Cia caiu para a sexta colocação, com 15 pontos. Se as eliminatórias terminassem hoje, o time do lendário Maradona não estaria na Copa do Mundo da Russia de 2018. 

Os jogos da Eliminatórias voltam em rodada dupla no próximo dia 10 de novembro, com os jogos entre Colômbia e Chile; Paraguai e Peru; Venezuela e Bolívia; Uruguai e Equador e clássico da América entre Brasil e Argentina, no Mineirão.

Confira a convocação do Brasil para o clássico contra a Argentina

Veja os convocados

Goleiros: Alisson (Roma), Weverton (Atlético-PR) e Alex Muralha (Flamengo).

Publicidade

Laterais: Daniel Alves (Juventus), Filipe Luis (Atlético de Madrid), Marcelo (Real Madrid), Fagner (Corinthians).

Zagueiros: Thiago Silva (PSG), Marquinho (PSG). Miranda (Inter de Milão) e Gil (Shandong Luneng), Rodrigo Caio (São Paulo).

Meias: Willian (Chelsea), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Fernandinho (Manchester City), Phillipe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Goan), Giuliano (Zenit), Casemiro (Real Madrid), Lucas Lima (Santos).

Atacantes: Firmino (Liverpool), Neymar (Barcelona), Gabriel Jesus (Palmeiras), Douglas Costa (Bayern Munique). #Futebol Internacional