Não é apenas o entusiasmo pelas cinco vitórias seguidas, mas, matematicamente, a Seleção Brasileira está muito próxima da classificação para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. E não é só o Brasil que está numa situação confortável. O Uruguai também se aproximou da vaga com a vitória sobre o Equador, por 2 a 1, nesta quinta-feira, 10 de novembro.

De acordo com os matemáticos, baseados com os resultados das últimas Eliminatórias do nosso continente, a seleção que conquistar 28 pontos está garantida na Copa, nem que seja na quarta colocação.

Os resultados da rodada da 11ª rodada mantiveram o Brasil na primeira colocação, com 24 pontos.

Publicidade
Publicidade

A segunda colocação é do Uruguai, com 23 pontos.

As outras posições estão abertas, já que do terceiro ao oitavo lugar a diferença é de somente quatro pontos, embolando a disputa.

Venezuela e Bolívia são os únicos times praticamente fora da disputa.

Próxima rodada

A 12ª rodada, de um total de 18 partidas, será formada pelas seguintes partidas no dia 15 de novembro:

Bolívia x Paraguai, às 18 h no Estádio Hernando Siles, na altitude de La Paz:

O Equador pega a Venezuela, às 19h, no Estádio Olímpico de Ahahualpa, em Quito;

Em Santiago, o Chile encara o Uruguai às 21h30, no Estádio Nacional;

A inconstante Argentina joga em casa contra a Colômbia, num dos confrontos mais esperados da rodada. O jogo acontece no Estádio San Juan del Bicentenário, na província de San Juan.

O único jogo que acontecerá na quarta-feira, dia 16 de novembro, é o do Brasil.

Publicidade

A Seleção Canarinho vai até o Peru e encara os donos da casa no Estádio Nacional, em Lima, e joga no começo da madrugada, às 00h15.

Colocação Geral

País Pontuação

1º Brasil 24

2º Uruguai 23

3º Colômbia 18

4º Equador 17

5º Chile 17

6º Argentina 16

7º Paraguai 15

8º Peru 14

9º Venezuela 5

10º Bolívia 4

Apenas os quatro primeiros colocados estarão classificados diretamente para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O quinto colocado disputa uma repescagem contra o quarto melhor das #Eliminatórias da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe). #FutebolFeminino #SeleçãoBrasileira