O trágico acidente envolvendo o avião que levava a delegação da Chapecoense e alguns jornalistas, na madrugada desta terça-feira (29), para a disputada do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana consternou e uniu o mundo. Foram homenagens de clubes gigantes, jogadores mundialmente consagrados e pequenos gestos nas redes sociais de pessoas que não estão acostumadas a viver o dia a dia do futebol.

A cidade de Chapecó amanheceu paralisada e buscando o máximo de informações possíveis. Cidade essa de apenas 200 mil habitantes que foi colocada no mapa por um clube de futebol. Clube esse que em apenas sete anos conseguiu ascender da Série D até a Série A, lugar que está hoje.

Publicidade
Publicidade

Mais do que isso, o pequeno clube do interior de Santa Catarina fez história e chegou a final da Copa Sul-Americana, quando iria enfrentar o Atlético Nacional (COL), clube que é o atual campeão da Copa Libertadores e principal referência no continente.

Homenagens

Diversas partidas disputadas na Europa realizaram um minuto de silêncio em homenagem as vítimas do trágico acidente. A equipe do Torino, da Itália, foi um das primeiras a mostrar sua solidariedade ao povo de Chapecó. Em 1949, o clube passou pela mesma situação, quando um acidente vitimou parte do seu elenco faltando 4 jogos do Campeonato Italiano para o time se consagrar campeão.

Os craques Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo também deixaram suas palavras de solidariedade e consternação com o ocorrido. Há poucos meses, o próprio Messe já havia pego a mesma aeronave que caiu com os atletas da #Chapecoense em duas viagens, uma ao Brasil e outra a Bolívia.

Publicidade

Diversos clubes, tanto internacionais como nacionais, fizeram suas homenagens a Chapecoense. Todos os clubes da Série A do Brasileirão trocaram seus avatares nas redes sociais para uma imagem de luto e o escudo da Chape. Gigantes como Milan, Real Madrid e PSG também prestaram suas condolências nas redes sociais.

Até o templo do futebol, o famoso estádio de Wembley, mudou sua iluminação para a cor verde, que representa a Chapecoense. A Torre Eiffel foi outro local famoso mundialmente iluminado com as cores da Chape.

Comoção fora do futebol

Não foi apenas o mundo do futebol que sentiu a dor do acidente. A NBA, liga norte-americana de basquete, também prestou suas homenagens a Chape. Antes das partidas entre Charlotte Hornets e Detroit Pistons, Brooklyn Nets e Los Angeles Clippers, Milwaukee Bucks e Cleveland Cavaliers e San Antonio Spurs e Orlando Magic foi respeitado um minuto de silêncio.

As homenagens não ficaram apenas no mundo esportivo. A música também se comoveu com o trágico acidente.

Publicidade

A banda Guns N' Roses fez uma homenagem ao clube e dividiu o logo da banca com o escudo da Chape e postou nas redes sociais. "Nossos pensamentos e orações vão para as vítimas e famílias do vôo FLT RJ85 e para os fãs do time Chapecoense.", disse Slash no Twitter.

A banda Megadeth também prestou sua homenagem por meio do líder do conjunto, Dave Mustaine. "Minhas condolências à equipe de futebol Chapecoense e todos aqueles que perderam suas vidas no acidente de avião ocorrido na Colômbia", postou. #Dentro da política