Na madrugada desta terça-feira (29), uma aeronave da empresa boliviana LaMia, que transportava a delegação do time catarinense Chapecoense juntamente com jornalistas, caiu em uma região montanhosa de mata fechada próxima ao aeroporto de Medellín, José María Córdova. O avião, de matrícula CP2933, relatou falhas elétricas e logo após o contato, sumiu do radar da torre de controle enquanto sobrevoava as cidades de La Ceja e Abejornal. Na aeronave estavam 81 pessoas, sendo 9 tripulantes. Entre as vítimas fatais, estão 47 membros da delegação da Chapecoense, 22 jornalistas e 7 tripulantes. Os sobreviventes são: o lateral Alan Ruschel, o goleiro reserva Jakson Follmann, o zagueiro Hélio Zampier, o jornalista Rafael Henzel, o técnico de vôo Erwin Tumiri e a comissária de bordo Ximena Suarez.

Publicidade
Publicidade

O acidente se tornou a maior tragédia aérea envolvendo uma equipe de futebol. Relembre acidentes similares ao que aconteceu com o time de Chapecó.

Torino (04 de maio de 1949)

A aeronave Fiat G.212, da empresa Avio Linee Italiane, transportava 42 pessoas, entre tripulação, jogadores e equipe técnica do time italiano Torino, que voltavam da cidade de Lisboa em Portugal após um jogo amistoso. Registros afirmam que às 16:59 horas o piloto foi informado sobre um forte nevoeiro e que o mesmo teria que realizar uma manobra de descida, afim de conseguir uma melhor visibilidade. Ao iniciar o procedimento, às 17:05 horas, o avião bateu contra o muro da Basílica de Superga, em Turim, matando na hora todos a bordo.

Manchester United (06 de feveireiro de 1958)

Após uma partida contra o time Estrela Vermelha de Belgrado, da cidade de Belgrado, na Sérvia, a aeronave BE609 da empresa British European Airways, que transportava 44 passageiros, dentre eles jogadores, dirigentes e jornalistas se envolveu em um grave acidente, ocasionado por uma densa camada de neve derretida na pista de decolagem, causando a desaceleração e batida do avião ao decolar do aeroporto de Munique na Alemanha.

Publicidade

Segundo laudo, a aeronave bateu na cerca do aeroporto atingindo uma casa e um galpão onde estava estacionado um caminhão cheio de combustível, o que resultou em uma explosão às 15:05 horas, levando à morte 8 jogadores, 2 dirigentes e o técnico do Manchester United. #Acidente Chapecoense #Acidentes times de futebol #Acidentes aéreos futebol