Oswaldo de Oliveira não teve uma noite fácil. Nesse sábado, ele viu o seu time ser goleado por 4 a 0 pelo rival. Os jogadores do Corinthians não demonstram, em nenhum momento, poder de reação, e isso gerou críticas da torcida e perguntas da imprensa.

O treinador logo defendeu os seus jogadores: ''Todo o time está se empenhando, e colaborando para o time, claro, dentro das suas limitações'', disse Oswaldo de Oliveira. 

A torcida criticou o time por falta de empenho e por falta de vontade dentro de campo. O treinador defendeu novamente os seus jogadores dizendo que o time lutou bastante, também criou oportunidades, e que a derrota não foi por falta de empenho. 

O #Corinthians vive um dos piores momentos dos últimos tempos, pois passar um ano sem ganhar nenhum título é coisa rara.

Publicidade
Publicidade

Presidido por Roberto de Andrade, o clube caiu de produção, e isso se deve às vendas dos melhores jogadores para outros clubes. Ofertas de compras baixas e vendas rápidas incomodam a torcida que espera que a venda de jogadores não seja concretizada tão facilmente.

2016 foi jogado no lixo, sem nenhum título, muitas dividas, e problemas estruturais na Arena Corinthians. Para fechar o ano, o time perdeu de forma vergonhosa para o seu maior rival, que desde o primeiro tempo do jogo demonstrou total superioridade dentro de campo.

Na temporada, o Corinthians vai entrar em campo mais quatro vezes: contra Figueirense, Internacional, Atlético-PR e Cruzeiro. O time ainda tenta conquistar uma vaga para a Libertadores da América. Ganhando os próximos jogos, a vaga para a competição continental está praticamente garantida.

Publicidade

O problema é o #Futebol apresentado pela equipe, apática e sem qualidade técnica, assim fica tudo mais difícil.

O treinador tentou mostrar confiança dizendo que o time ainda tem jogos importantes, e tem a possibilidade de fazer bons jogos. Oswaldo afirmou que está gostando de alguns jogadores do atual elenco, mas reforçou que o time precisa de reforços para repor o time que foi Campeão Brasileiro de 2015.

Com 50 pontos, o Corinthians está na sétima colocação, fora da zona de classificação para a próxima Libertadores.  #Esportes