Ele chegou ao #Palmeiras em maio deste ano para reforçar o elenco do técnico Cuca em um setor cujos atletas responsáveis não transmitiam tanta segurança ao técnico, quando o titular Vitor Hugo não estava presente.

A zaga, que em 2015 contava também com Jackson - que retornou ao Internacional, no fim daquele ano porque o clube gaúcho não cedeu em negociação com o Palmeiras -, dispunha do bom Thiago Martins mas o então recém chegado treinador pediu um zagueiro de excelência e, assim, a diretoria do clube foi buscar o colombiano Yerry Mina, jogador do Santa Fé, em um contrato de empréstimo até 2021.

A partir de então, as inquestionáveis atuações do zagueirão o fizeram tornar-se objeto de desejo de grandes times do futebol mundial, como é o caso do Barcelona, que já se antecipou e apresentou proposta tentadora ao Santa Fé e ao próprio atleta.

Publicidade
Publicidade

O assédio do Barça em Mina já rendeu um pré-acordo milionário ao clube colombiano, algo em torno de 9 milhões de euros. Desta forma, os espanhóis conquistam o privilégio de comprar os direitos econômicos do zagueiro ante qualquer outro time.

Mas as negociações do time da cataluña podem encontrar um entrave; um não, dois: além dos ingleses do Manchester City, os alemães do Bayern de Munique também estão realizando sondagens sobre as condições do empréstimo do zagueiro ao Palmeiras e as cláusulas de seu contrato com o clube colombiano. A preferência pelo zagueiro é do técnico Carlo Ancelotti.

Agora, o clube que ofertar um milhão de euros a mais do que os espanhóis, ou seja, 9 milhões, poderá ter Yerry Mina em seu elenco e por escolha do próprio jogador.

Mesmo contratado para ficar no Palmeiras até 2021, Mina pode deixar o provável Campeão Brasileiro 2016 já na próxima janela de transferências, condição que foi acordada na oportunidade da assinatura do vínculo do zagueiro com o Verdão pois seus agentes já mantinham conversas com o Barcelona, naquela época.

Publicidade

Nos bastidores o Palmeiras trabalha para reforçar o time para a disputa da temporada 2017 com foco na conquista da Copa Libertadores e, para tanto, também se mexe no mercado para contratar nomes de peso com a ajuda de sua patrocinadora máster, a Crefisa. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol