Neste domingo (13), no oval de 1 milha de Phoenix, aconteceu a última etapa da terceira fase do #chase da #nascar, que apontou os quatro pilotos que seguem na briga. Joey Logano foi o vencedor, seguido de Kyle Busch. Os dois, além de Jimmie Johnson e Carl Edward, disputam no próximo domingo (20), tem Homestead-#Miami, o título que ficará com quem chegar na frente dentre eles.

Com Johnson e Edward já garantidos por terem vencido as duas primeiras etapas da terceira fase, seis pilotos lutavam pelas duas vagas restantes. Logo na largada, Kyle Larson rodou chamando a primeira bandeira amarela da prova.

Um longo período de bandeira amarela se seguiu, até que na volta 82 os pilotos começaram a entrar nos pits para realizarem a primeira troca de pneus e reabastecimento.

Publicidade
Publicidade

Bem na entrada Ryan Newman tocou em Larson, e mais uma amarela foi chamada.

Um novo ciclo de bandeira verde seguiu até o giro 132, quando a corrida foi novamente interrompida por conta de detritos na pista.

A liderança era do Jimmie Johnson, mas ele foi punido por ultrapassar o carro de segurança quando entrou nos boxes. Com isso, o 48 teve que ficar uma volta parado nos pits, retornando na 30ª posição, última dentre os pilotos que estavam uma volta atrás. A liderança caiu no colo de Logano.

Quando os pilotos se preparavam uma nova rodada de paradas, a quarta bandeira amarela foi acionada na volta 210, por conta de detritos nas curvas 1 e 2. A relargada veio sete voltas depois e Austin Dillon ficou lento e acabou sendo tocado por Greg Biffle e rodou. O Johnson, que vinha logo atrás, também acabou se envolvendo e teve que ir para a garagem fazer maiores reparos, voltando várias voltas atrás.

Publicidade

Sorte que já estava classificado. A sexta amarela veio na 235 após um acidente envolvendo Martin Truex Jr. e o Ryan Newman. No giro 265 detritos na pista provocaram a sétima amarela.

Após a sétima interrupção, a corrida caminhava para um final relativamente tranquilo, Matt Kenseth caminhava para uma tranquila vitória e ia carimbando sua classificação para a final, até que quando restavam 2 voltas, Michael McDowell foi para o muro e trouxe mais uma amarela. Isso trouxe também a prorrogação onde tudo podia acontecer. E aconteceu.

Na relargada, o Kenseth desceu demais na curva e acabou sendo tocado por Alex Bowman e foi para o muro, levando junto com suas chances de seguir na briga pelo título. Na relargada pra a segunda prorrogação, Logano manteve na frente até a bandeirada para garantir seu lugar na final, junto com Kyle Buscher, que foi os segundo e se classificou por pontos, e defenderá seu título conquistado no ano passado.

Ficaram de fora Kevin Harvick (que chegou em 4º), Kurt Busck (o 5º), Denny Hamlin (o 7º), além de Matt Kenseth, que ainda chegou em 21º.

Na corrida final, os quatro pilotos que brigam pelo título correm junto com os outros 36. Dentre os quatro (independente da posição que chegue), o melhor colocado será o campeão.