A Fox Sports emocionou e promete continuar emocionando os brasileiros pelos próximos 90 minutos. Por volta das 22h, a emissora esportiva iniciaria a transmissão da primeira partida da final da #Copa Sul-Americana, onde o #Chapecoense buscaria o título de campeão em partida contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

No acidente mais trágico do futebol mundial, o clube perdeu o técnico, o time titular e reserva e toda a equipe técnica. No avião também estavam 21 jornalistas que trabalhariam na cobertura e narração da partida que traria alegria para milhões de pessoas, já que mais uma vez um clube brasileiro conseguiu chegar à final da competição continental.

Publicidade
Publicidade

Como sem adversário, não há conquista, o Atlético Nacional quer que o título seja entregue aos guerreiros que perderam suas vidas viajando em busca de um sonho. No horário da transmissão, a Fox Sports não tinha jogo para transmitir, mas também não tinha mais seus narradores, então a forma de homenagear as 71 vidas que se perderam na madrugada de terça-feira, 29, foi deixar no ar uma tela preta, escrito #90MINUTOSDESILENCIO, com o placar do jogo entre Chapecoense e Atlético Nacional.

O assunto logo se tornou viral nas redes sociais e atingiu os temas mais comentados do mundo. Em agradecimento as mensagens de apoio que estavam recebendo, a equipe da emissora publicou a seguinte mensagem: ‘Nesse momento tão difícil, cada mensagem é como um abraço. Obrigado!’.

A Fox e Fox Sports perderam gigantes do jornalismo e cinegrafistas.

Publicidade

Deva Pascovicci, que narrou a defesa de Danilo Padilha sobre o San Lorenzo e o ex-jogador e narrador esportivo, Mario Sergio Paiva, estavam entre as vítimas. Além deles, o grupo esportivo perdeu Victorino Chermont, Rodrigo Gonçalves, Paulo Clement e Lilacio Júnior.

A TV Globo e sua filiada, RBS, também perdeu profissionais. A imprensa local de Chapecó também deu adeus para aqueles que tornam cada lance esportivo, um momento de emoção para o torcedor.

Somente cinco pessoas sobreviveram ao acidente: os jogadores Alan Ruschel, Neto e Jackson, o jornalista esportivo Rafael Henzel e os tripulantes Ximena e Irwin. #90MinutosDeSilêncio