O técnico do #Náutico, Givanildo Oliveira, tem uma grande dor de cabeça para o jogo decisivo contra o Oeste no próximo sábado. Os meio campistas #Maylson e Marco Antônio podem desfalcar o time por conta de lesão. Maylson sentiu dores e não treinou normalmente com seus companheiros de time na última terça. De acordo com o médico do clube Múcio Vaz, o volante sentiu dores musculares nas duas coxas e ainda não se sabe se terá condições de jogar.

“Ele não tem uma lesão. É mais um cansaço muscular. Seguramos esses dias e ele deve treinar na quinta-feira, que é quando vamos definir se o jogador vai poder atuar ou não. Vai depender da evolução dele”, explicou o médico alvirrubro.

Publicidade
Publicidade

Outro jogador que pode ficar de fora da partida decisiva do Náutico é o meio-campo Marco Antônio, apesar de ser um dos destaques do time na temporada, suas últimas partidas têm sido muito abaixo do esperado devido ao sacrifício que vem fazendo para estar em campo. Sua situação também será definida até a próxima quinta-feira.

Substitutos

No lugar de Marco Antônio, Esquerdinha, que teve uma boa apresentação no jogo contra o Tupi no último sábado, deve ser seu substituto. Rodrigo Sousa, que vem sido utilizado por Givanildo nos últimos jogos, deve ser o substituto de Maylson.

Decisão

O Náutico fará um jogo decisivo no sábado, na Arena de Pernambuco, contra o desesperado Oeste. Jogo que vale pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas, o time pernambucano não terá vida mole para conseguir o seu objetivo.

Publicidade

O alvirrubro de Rosa e Silva precisa, além de vencer sua partida, torcer para o Ceará empatar ou vencer o Vasco no Maracanã, ou o Bahia perder do Atlético Goianiense no Estádio Olímpico de Goiás, para, só assim, conseguir o tão sonhado acesso para a Séria A do ano que vem.

Já o Oeste, para não cair para a série C, só depende dele. O Rubrão, como é conhecido, precisa vencer para não depender de ninguém, caso empate ou perca precisa torcer por um tropeço do Joinville para conseguir escapar do rebaixamento à Série C do Brasileirão. #GivanildoOliveira