Para receber um busto no #Palmeiras não basta ser craque e fazer história com a camisa do Verdão. Era preciso que o atleta homenageado nunca tivesse jogado contra o Palmeiras.

Mas toda regra tem a sua exceção e, desta vez, ela se chama Dudu. Olegário Tolói de Oliveira, ou simplesmente Dudu, foi um volante de muita técnica, porém, com um #Futebol simples e eficaz, que atuou pelo Alviverde de 1964 a 1976 e conquistou nove títulos pelo clube. Formou o meio de campo histórico da Academia com Ademir da Guia.

E porque ele ainda não havia sido homenageado sendo um dos principais nomes da história do Verdão? A razão é que Dudu, no começo de carreira, jogou pela Ferroviária de Araraquara, enfrentando o Palmeiras, clube que brilharia no futuro.

Publicidade
Publicidade

Felizmente, a injustiça foi desfeita pelo presidente Paulo Nobre, na tarde desta segunda-feira, 7 de novembro, dia do 77º aniversário do próprio Dudu.

O volante está eternizado com um busto na entrada da sede social do Palmeiras.

Apenas seis atletas foram agraciados com tal honraria: Ademir da Guia, Waldemar Fiúme, Junqueira, Oberdan Cattani, Marcos e, agora, Dudu.

Emoção

O ex-atleta não segurou a emoção durante a cerimônia: “Estou mais emocionado do que se tivesse que disputar um título pelo Palmeiras. Eu balancei hoje". Além do busto que ficará exposto a céu aberto, Dudu também recebeu uma réplica em miniatura da obra como recordação.

Compareceram à cerimônia Paulo Nobre, atual presidente, o seu sucessor Maurício Galiotte e os ídolos Ademir da Guia, Sérgio e Edu Bala.

Valorizando o passado vencedor

Uma característica da gestão do presidente Paulo Nobre foi valorizar os ex-jogadores que fizeram história no clube com diversas ações.

Publicidade

Em relação aos bustos, enquanto presidente, Nobre homenageou Marcos, Oberdan Cattani (logo após o falecimento do goleiro), e Dudu.

“O importante é homenagear e reconhecer aqueles jogadores que fizeram história no Palmeiras. O ideal é fazer enquanto estão vivos, mas, mesmo no caso do busto do Oberdan, o ex-goleiro foi informado da homenagem e até participou da confecção da obra. Foi uma pena ele ter falecido antes da cerimônia. Em compensação, sabemos que o busto o deixou muito feliz”, declarou Paulo Nobre. #verdao