Dentro de campo, as coisas não andam nada bem para o Internacional. Vindo de derrota para o Corinthians e correndo sérios riscos de rebaixamento, o Colorado pode cair já na próxima rodada, caso não vença o Cruzeiro e o Vitória (que tem três pontos a mais que o Inter) ganhe do Coritiba. Entretanto, pode ser que a salvação venha mesmo de fora das quatro linhas. Mais precisamente, através do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O departamento jurídico do clube gaúcho analisa a possibilidade de denunciar uma suposta situação irregular de um jogador do Vitória, concorrente direto na fuga da degola. O zagueiro Victor Ramos, no clube baiano desde o início de 2016, teria se transferido sem seguir o método recomendado pela Fifa em caso de transações internacionais – os direitos do defensor pertencem ao Monterrey, do México.

Publicidade
Publicidade

De acordo com as regras do TMS (Transfer Market System), o sistema da Fifa referente ao mercado de transferências, o Monterrey deveria ter executado os procedimentos de forma que o nome do atleta fosse publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF até o dia 16 de março. No entanto, a publicação só ocorreu dois dias depois, e com um detalhe: a transferência partiu do Palmeiras, clube onde Victor Ramos esteve emprestado até o fim de 2015.

O Inter tem interesse na situação porque, caso se confirme a irregularidade, o Vitória pode perder três pontos por cada partida em que o zagueiro atuou – foram 24, o que totalizaria 72 pontos. A questão é que, após o fim do empréstimo ao clube paulista, o certificado de transferência internacional do jogador não retornou ao México, permanecendo no Brasil.

Publicidade

Este fato, aos olhos do TMS, caracterizou uma negociação nacional – e, neste caso, tudo ocorreu dentro dos conformes, como atestam a CBF e a Federação Baiana de Futebol.

O Vitória, por sua vez, não está nem um pouco preocupado em relação a isso. Ainda durante o Campeonato Baiano, a mesma denúncia foi feita duas vezes – primeiro pelo Flamengo de Guanambi e posteriormente pelo rival Bahia – e o clube foi absolvido em ambas.

Como a denúncia ainda não foi feita oficialmente, o STJD não se pronunciou a respeito do caso. #FutebolBrasileiro #Esporte Clube Vitória #Sport Club Internacional