Pouca gente acreditava que a passagem do Vasco pela Série B do Brasileirão em 2016 teria um fim tão dramático. A equipe carioca foi líder do torneio por várias rodadas e, mesmo quando não ponteava a tabela, sua classificação lhe garantia o acesso sem maiores dificuldades. Porém as últimas cinco rodadas sem vitória, em que o time cruzmaltino acumulou dois empates e três derrotas, derrubaram o Vasco para a terceira posição, dois pontos apenas do quinto colocado, o Náutico.

O mau futebol em campo, associado à falta de resultados positivos pressionaram o técnico Jorginho, que de unanimidade passou a ser considerado pela torcida como o maior culpado pelos fracassos.

Publicidade
Publicidade

Grande parte da direção do clube carioca concorda com os torcedores e exige a saída do treinador, que ainda é apoiado pelo presidente Eurico Miranda.

Mas como todos sabemos como funciona o futebol, o apoio de Eurico pode não permanecer se o Vasco fracassar novamente em campo neste sábado, quando enfrenta o Bragantino, pela 36ª rodada, em Bragança Paulista-SP, no Estádio Nabi Abi Chedid, ás 16h30.

Faltando apenas três jogos para o final da Série B, o #Vascão tem 80,4% de chance de acesso, de acordo com o site Chance de Gol.

Uma derrota poderá representar a queda nesta porcentagem, porém não a saída da zona de acesso, pois Avaí e Náutico, respectivamente quarto e quinto colocados, se enfrentam.

As chances de título do Vasco neste momento são quase inexistentes, somando meros 0,2%.

Planejamento para 2017

As especulações sobre o substituto de Jorginho já estão quentes pelos lados de São Januário.

Publicidade

Os dois nomes mais citados são os de Vanderlei Luxemburgo e Cristovão Borges.

Luxemburgo tem o apoio do gerente de futebol Isaías Tinoco e de outros membros de destaque na diretoria vascaína. O que pode prejudicar a sua chegada é o estilo centralizador de dirigir suas equipes e o fato de se declarar abertamente flamenguista.

Cristovão Borges tem um discurso mais conciliador e trata-se de um comandante mais aberto a sugestões, o que agrada o presidente Eurico Miranda. Outra vantagem de Cristovão é que ele começou a carreira de técnico no clube em 2011 e 2012, quando substituiu Ricardo Gomes e fez boa campanha. #SérieB #VascodaGama