O #Brasileirão 2016 representou a demissão de mais um treinador. Dessa vez, sobrou para o Levir Culpi que, após a derrota de 4x2 para Cruzeiro, neste domingo (06), acabou sendo demitido pela direção do #Fluminense. Como o clube carioca está em nono lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, os dirigentes do Tricolor das Laranjeiras acreditam que o clube ainda possa se classificar ao G-6. A mudança de treinador pode alterar também o fato anímico e, de repente, alterar o destino do Fluminense no Brasileirão. Levir Culpi é o 20° técnico a ser demitido nesse campeonato em 34 rodadas. 

Em nota oficial, o presidente do clube carioca Peter Siemesen pediu desculpas ao torcedor pelo momento ruim que vive o time, mas lembrou que os resultados paralelos têm ajudado o Fluminense e que ainda existem chances de conquistar uma vaga para a Libertadores da América de 2017.

Publicidade
Publicidade

Peter também informou que o auxiliar técnico Marcão será o treinador do Tricolor carioca nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. 

Na partida desse domingo (06), o Fluminense até conseguiu sair ganhando, enfrentando o Cruzeiro que estava abalado após ser eliminado pelo Grêmio da Copa do Brasil, no meio da semana. O veterano atacante Magno Alves, um dos maiores goleadores da história do Fluminense, declarou, após a partida, que não adianta apontar culpados pelos maus resultados do time. Magno Alves lamentou também os vacilos do Tricolor na reta final da competição. 

Outro jogador que também lamentou a falta de atenção do Tricolor das Laranjeiras, na últimas partidas, foi Marcos Júnior. Ele disse que o problema tem sido discutido no vestiário, mas que, durante as partidas, a equipe vem "dando mole".

Publicidade

Em outra avaliação do momento do Cruzeiro, Cícero afirmou que o Fluminense parou de jogar, após abrir o placar contra o Cruzeiro que estava sendo pressionado pela torcida. 

Levir foi contratado pelo Fluminense, após ter feito um ótimo trabalho no Atlético Mineiro, em 2015, e logo conquistou a Primeira Liga, mas nunca foi o treinador preferido dos torcedores do Tricolor das Laranjeiras, principalmente após um desentendimento do centroavante e ídolo Fred, que culminou com a saída do jogador que acabou no Atlético Mineiro.  #Resenha Esportiva