Nesse triste dia para o esporte mundial, o médico e diretor da clínica San Juan de Dios de la Sierra, Guillermo Molina, informou o estado de saúde dos sobreviventes do #Acidente aéreo com a delegação do #Chapecoense.

Molina disse que a clínica recebeu 3 dos 6 sobreviventes do acidente, sendo eles Alan Ruschel, Rafael Henzel e Ximena Suárez. O médico informou que Ximena, comissária de bordo passa bem e que Rafael e Alan chegaram no local muito feridos. Rafael teve um problema respiratório, fraturas nas costelas e passou por uma cirurgia, mas encontra-se estável.

Alan teve muitas lesões, inclusive na região da coluna, foi operado e depois transferido para outro hospital.

Publicidade
Publicidade

O lateral esquerdo corre o risco de ficar paraplégico, entretanto e felizmente, isso não é uma certeza. Os médicos fazem o possível para que ele se recupere bem e não perca os movimentos dos membros inferiores, mas dependem da forma como o corpo do atleta responderá ao tratamento. Alan está estável.

Molina disse que esteve em contato com o diretor do hospital San Vicente, que recebeu os atletas Danilo e Jackson, ambos goleiros do Chapecoense. Segundo Molina, o diretor da unidade disse que o jogador não resistiu aos ferimentos, sendo o único dos que foram resgatados com vida, a vir a óbito no hospital. Guillermo também disse que, pelo que entendeu, o goleiro reserva Jackson, precisou passar por uma cirurgia de amputação de uma perna.

O médico também falou do jogador Neto, que chegou no hospital em estado grave, com múltiplas fraturas, algumas expostas.

Publicidade

Ele passou por uma cirurgia e encontra-se em observação. O atleta também sofreu fortes pancadas na cabeça. O estado de Neto é considerado crítico e ele ficará em observação pelas próximas doze horas.

A imprensa local da Colômbia também citou um outro sobrevivente, o comissário de bordo que estaria se preparando para ser piloto, Erwin Tumiri. O diretor do hospital não passou nenhuma informação sobre o tripulante, mas como as vítimas foram levadas para três hospitais da região, pode estar sendo atendido em algum deles.

Com o acidente, o Atlético Nacional solicitou que a Commebol dê o título de campeão da Copa Sul-Americana de 2016, para o Chapecoense. O clube brasileiro, Atlético Mineiro, pediu o cancelamento das partidas contra o Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro, que se encerra nas próximas semanas. O clube perdeu a maior parte de seus jogadores no acidente. #Boletim Médico