Nas últimas semanas, muitos jogadores do #Futebol chinês estão sendo cogitados no #Corinthians. Na próxima temporada, o Timão pode contar com um excelente reforço para o meio de campo. #Jadson, não sabe se vai continuar na China no ano de 2017. O camisa 10 participou do programa Bem Amigos, no canal Sportv, e afirmou que está feliz no Tianjin Quanjian, mas que a próxima janela de transferência pode ter novidades. 

O Corinthians busca jogadores com experiência para o meio de campo. Jadson cairia como uma luva no meio de campo corinthiano. Mas o que dificulta uma negociação é o alto salário do jogador e o seu contrato com o Tianjin ter ainda mais 1 ano. 

Em dezembro de 2015, Jadson assinou com o Tianjin Quanjian por duas temporadas, por 5 milhões de euros.

Publicidade
Publicidade

O jogador foi um dos principais nomes da conquista do Campeonato Brasileiro do ano passado. Em 2015, começou o seu ano em baixa no Corinthians e, por pouco, não foi negociado com o Flamengo. Depois da saída de alguns jogadores, ele assumiu a titularidade, evoluiu o seu futebol e fez gols importantes naquela temporada. 

Esta quarta-feira (2), o técnico da seleção brasileira Tite, em entrevista à Veja, garante que só não convocou já Jadson para vestir novamente a camisa da seleção brasileira, por conta que o jogador estava disputando a segunda divisão chinesa. O Jadson, que não sabia da declaração de Tite, declarou que ficou muito feliz com a notícia, e isso é o reconhecimento do seu trabalho feito na temporada.

Foi somente em 2011, aos 27 anos, que Jadson teve a sua primeira oportunidade de vestir a camisa da seleção.

Publicidade

Ainda treinada por Mano Menezes, ele foi convocado para o amistoso contra a França. Ele ainda participou dos amistosos contra a Escócia e Romênia. 

No mesmo ano, foi convocado para a disputa da Copa América, tendo entrado no segundo jogo contra o Paraguai e marcado o seu primeiro gol pela amarelinha.

Em 2013, a seleção já era comandada por Felipão, e o treinador convocou o então jogador do São Paulo para a disputa da Copa das Confederações. A seleção brasileira conseguiu o título, em cima da Espanha, em um 3 a 0 no Maracanã.