A saída de Marcelo Oliveira do comando técnico do #Palmeiras foi traumática. Demitido nos vestiários após a derrota do Verdão para o Nacional-URU, pela Libertadores, o treinador campeão da Copa do Brasil do ano passado deixou o Palestra Itália após um início de temporada irregular, tanto no Paulista como no torneio sul-americano.

Dias depois da saída do atual técnico do Atlético-MG (que está prestes a conquistar mais uma Copa do Brasil, diante do Grêmio), o presidente Paulo Nobre e o diretor de futebol Alexandre Mattos anunciaram a contratação do técnico Cuca, profissional declaradamente palmeirense de coração.

Apesar de um início complicado à frente do comando da equipe, Cuca ofereceu aos palmeirenses uma goleada de 4 a 0 sobre o River Plate-URU, na despedida do time da Copa Libertadores após ser prejudicado pela vitória do Rosário Central-ARG por 2 a 0 sobre o Nacional-URU.

Publicidade
Publicidade

Em pleno Allianz Parque, naquela noite o Verdão abriu o placar com Egídio, aos 18 minutos, e Allione ampliou ainda no primeiro tempo, aos 48 minutos. No intervalo, o time soube que o Rosario já vencia o Nacional, o que tornava qualquer vitória alviverde inútil. Mesmo assim, aos 27, Allione fez mais um e Alecsandro, de pênalti, definiu a goleada, aos 35.

A partir daí, um novo clima tomou conta da Academia de Futebol do Palmeiras e, juntamente com sua comissão técnica e o diretor Alexandre Mattos, Cuca promoveu mudanças com saídas de atletas como Robinho e Lucas, emprestados ao Cruzeiro, e chegadas de outros como Yerry Mina, Róger Guedes, Tchê Tchê e Fabiano.

Apesar de eliminado da Copa do Brasil, o Alviverde Imponente passou a mandar no #Campeonato Brasileiro e está a um ponto de sagrar-se Campeão Brasileiro, pela 9ª vez, há duas rodadas do fim do torneio.

Publicidade

O sucesso de Cuca não era garantia de sua permanência nas Perdizes pois seu contrato estava vinculado ao fim do mandato de Paulo Nobre, em dezembro. No segundo semestre deste ano o técnico chegou a admitir a possibilidade de retornar ao futebol chinês em 2017.

Mas a eleição de Maurício Galiotte, atual vice-presidente de futebol, para suceder Paulo Nobre na presidência do Palmeiras mudou os planos do técnico de deixar o Brasil e isto se tornou evidente depois que o volante Moisés revelou que o treinador já confidenciou, nos vestiários da Academia de Futebol, que sua permanência na equipe, no próximo ano, só depende da diretoria do Verdão.

Para que o técnico continue no comando do time Campeão Brasileiro 2016 a torcida palmeirense já iniciou uma campanha, no último sábado (19), em frente ao portão da Academia de Futebol do Palmeiras, na Barra Funda, Zona Oeste, com faixas e gritos de "Fica Cuca". #PaixãoPorFutebol