O #Vasco da Gama já tem um novo treinador para a temporada 2017 do #Futebol brasileiro: Cristovão Borges, demitido pelo Corinthians este ano. Ele foi anunciado como treinador do Vasco na noite desta terça-feira. Em 2011, ele era auxiliar técnico de Ricardo Gomes, e junto do treinador, foi campeão da Copa do Brasil daquele mesmo ano. Com o problema de saúde de Ricardo, Cristovão foi efetivado e permaneceu no cargo até setembro do ano seguinte, quando foi demitido. O anúncio de sua contratação gerou repercussão nas redes sociais.

Segundo pesquisa realizada pelo site NetVasco, apenas 23,60% dos torcedores vascaínos aprovam o nome de Cristovão Borges para o comando da equipe, enquanto os outros 76,40% acreditam que ele não conseguirá alcançar os objetivos do time na temporada, portanto, prefeririam outro nome.

Publicidade
Publicidade

Atualmente, Cristovão está com 57 anos, o que segundo torcedores, representaria uma ideia ultrapassada de futebol, coisa que o elenco envelhecido não precisa nem de longe no momento. É bem verdade que os mais de 60% de aproveitamento que o treinador conseguiu em sua primeira passagem no time mostra seus méritos. Além desse número, ele também conseguiu ser vice campeão nacional em 2011.

Novo departamento de futebol

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira, o presidente Eurico Miranda afirmou que o Vasco irá passar por grandes transformações no futebol, além de dizer também que só está ainda na presidência, é por sentir que o clube precisa dele. No momento que perceber que já não é mais necessário, encerrará seu ciclo. Entretanto, mesmo com as mudanças anunciadas, Eurico disse que os diretores de futebol que passaram pelo clube deixaram "terra arrasada", e por isso não existe a mínima chance de contratação de um profissional para este cargo.

Publicidade

Mesmo assim, a diretoria estuda um nome para reforçar o departamento de futebol do clube, e o favorito é Alexandre Torres, filho de Carlos Alberto Torres, que inclusive já jogou com a camisa vascaíno, tendo conquistado três estaduais.