O clube da Chapecoense tinha uma torcida organizada muito fiel, a Raça Verde, que sempre o acompanhava aos jogos e, dessa vez, não foi diferente. O torcedor Everton Pereira era o responsável pelo planejamento das viagens há dez anos e essa, com certeza deveria ser especial, por tratar-se de um título tão importante para o time catarinense. Contudo, o sonho teve que ser adiado por causa do alto custo de passagens e estadia em Medellín,na Colômbia, onde assistiriam ao primeiro jogo da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana. Com a desistência, a Raça Verde já se preparava para ir a Curitiba, onde ocorreria a final.

Em conversa com a BBC Brasil, o torcedor contou que é preciso muito dinheiro para ir a jogos tão distantes, como esse de Medellín.

Publicidade
Publicidade

As viagens do grupo eram de ônibus e sempre para locais mais próximos. Everton confirma que já estava com 80 ônibus garantidos para levar torcedores até Curitiba, para acompanhar a final da "Chape". Mas o sonho virou pesadelo na madrugada dessa terça-feira (29), com o #Acidente do avião que transportava a delegação da Chapecoense, matando 76 pessoas, dos 81 passageiros.

Pereira diz que recebeu um telefonema da mãe dando a triste notícia da #Tragédia aérea, envolvendo todo o time chapecoense, ele ficou tão abalado que nem conseguiu abrir sua empresa: "A cidade está muito abalada", falou o torcedor com pesar. A cidade de Chapecó tem pouco mais de 200 mil habitantes, todo mundo se conhecia e hoje ninguém conseguiu trabalhar. Segundo relato de Everton, as pessoas se olhavam com uma interrogação, ninguém queria acreditar na tragédia que estava sacudindo uma cidade tão pequena.

Publicidade

"É como se todos tivessem perdido membros da família", lamentou-se o rapaz.

De acordo com informações, o time adversário solicita que a Conmebol entregue o título de campeão ao Chapecó, como uma forma de homenagem póstuma, a final seria disputada entre os dois times nesta quarta-feira (30). CBF confirma paralisação do futebol e confirma final da Copa do Brasil para próxima quarta-feira, por conta da tragédia que se abateu no futebol brasileiro. #FutebolBrasileiro