O Palmeiras está muito próximo de ser Campeão Brasileiro pela nona vez em sua história. O título deve ser confirmado no próximo domingo, 27, contra a Chapecoense, no Allianz Parque. Um empate já garante a taça. Mesmo se perder, se Flamengo e Santos empatarem ou sair vitória do time carioca, o palmeirense poderá comemorar.

Muito forte no #Mercado da bola, o Verdão, representado por Alexandre Mattos, já fechou com três reforços para 2017: Hyoran, da Chapecoense; Raphael Veiga, do Coritiba; e Keno, do Santa Cruz. Com grupo grande, alguns atletas devem sair em dezembro. Nem o próprio técnico Cuca está garantido no comando técnico, já que seu contrato finda em 31 de dezembro.

Publicidade
Publicidade

Estrela argentina

Em uma das viagens misteriosas de Mattos pelo mundo, uma delas foi para a Argentina. O executivo de futebol foi sondar a situação de Carlitos Tevez, que atualmente defende o Boca Juniors. Segundo o site Torcedores, o atacante não deve mais jogar no Brasil. Uma proposta da China, mais precisamente do Shangai SIPG, balançou as bases. Os chineses querem pagar cerca de 40 milhões de euros por temporada, o que daria, em reais, R$ 143,5 milhões.

O valor é considerado estratosférico e ultrapassa até, por exemplo, os vencimentos do astro Cristiano Ronaldo no Real Madrid. Daniel Angelici, presidente do Boca, garantiu que ele não sairá da Argentina tão cedo.

Recentemente Tevez garantiu também que não gostaria de voltar para o futebol europeu. Até agora ele não se pronunciou sobre a proposta.

Publicidade

CONTESTADO

Tevez já defendeu o Corinthians. Internamente, dirigentes palmeirenses acreditam que a identidade dele é bem forte com o rival, mas que em um eventual negócio teria que ser feito um trabalho forte para desmantelar tal imagem. Esse também foi um dos motivos que fez o Palmeiras repensar o negócio.

CREFISA

A empresa que patrocina o Verdão deve ajudar ainda mais na busca por reforços. De acordo com informações de bastidores, pelo menos um atleta de nome internacional deve chegar e ter os vencimentos pagos pela empresa. #FutebolBrasileiro #Palmeiras