Faltando cinco rodadas para o encerramento do #Campeonato Brasileiro, muitos fazem contas para saber o que precisam fazer, visando os seus objetivos. No caso do #Fluminense, a meta é ficar entre os seis primeiros e ser um dos representantes do futebol canarinho na próxima edição da Taça Libertadores da América. De acordocom os matemáticos, um time, para ir ao torneio continental, necessitará de, pelo menos, 60 pontos, mas para o Tricolor, ocupando, no momento, o nono lugar na classificação, somando 48 pontos, a vaga estará assegurada com mais nove pontos, conforme reforçou o lateral-direito Wellington Silva em entrevista concedida nesta quarta.

Publicidade
Publicidade

"Acho que, com nove ou dez pontos, conseguiremos essa vaga", explicou o camisa 25, lamentando o fato de a equipe carioca não figurar entre aqueles que brigam pelo título do Brasileirão.

"Quando começa o campeonato, já tem pressão. Não conseguimos os pontos necessários para brigar pela taça, mas ainda tem o G-6 e temos a obrigação de chegar", complementou.

O problema é que o time dirigido por Levir Culpi ainda não teve uma sequência positiva tão longa nesse Brasileirão e vive um jejum de cinco partidas sem vencer no certame nacional. Ao todo, foram três derrotas (Santos, Flamengo e São Paulo, todas pelo placar de 2 a 1), além dos empates de 1 a 1 com o Coritiba, no Couto Pereira e 2 a 2 com o Vitória, partida essa que representava a volta do Flu ao Maracanã depois de quase uma ano.

Publicidade

O primeiro dos desafios do Fluminense para chegar à Libertadores está marcado para domingo, às 17h (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte, diante do Cruzeiro. O próximo será apenas na quinta, 16 de novembro, a partir das 19h30 (de Brasília), quando recebe, no Maracanã, o Atlético-PR. Na sequência, o Tricolor encara a Ponte Preta (20 de novembro, no Moisés Lucarelli, em Campinas, interior de São Paulo), o Figueirense (dia 27 de novembro, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, capital de Santa Catarina) e finaliza a sua participação em casa no dia 04 de dezembro, no Rio, contra o Internacional-RS. #PaixãoPorFutebol