Faltando duas rodadas para o encerramento do Brasileirão 2016, a direção do São Paulo decidiu por demitir o técnico Ricardo Gomes. O anúncio da saída do treinador foi feito pelo diretor-executivo do Tricolor paulista, Marco Aurélio Cunha, na manhã desta quarta-feira (23), após Ricardo comandar o treinamento coletivo.

A troca do treinador causou surpresa junto a imprensa esportiva, principalmente depois de que o próprio presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros ter anunciado, há alguns dias, que #Ricardo Gomes seria o treinador para a próxima temporada. Na oportunidade, incusive a contratação do Rogério Ceni como técnico foi descartada.

Publicidade
Publicidade

No entanto, a direção do São Paulo optou pela mudar um treinador que, na verdade, nunca chegou a empolgar a torcida. Se é verdade que Ricardo Gomes livrou o Tricolor do rebaixamento, não é menos verdade que muito mais do que isso não fez. No momento, o São Paulo é 13º na tabela de classificação do Brasileirão 2016, apenas a seis pontos da zona de rebaixamento. Isso não garante classificação para a Libertadores e nem para a Sul-americana no próximo ano.

Rcardo deixa o São Paulo com um aproveitamento de 42,59%, onde, em 18 partidas, conquistou seis vitórias, cinco empates e sete derrotas, O ex-treinador do Tricolor foi contratado depois do bom trabalho realizado no Botafogo do RJ, no ano passado, que resultou no retorno do clube carioca para a Série A. Ricardo sucedeu o Edgardo Bauza, que se demitiu para assumir o comando técnico da Seleção Argentina, e Ricardo Jardine.O Tricolor paulista será treinado até o final do campeonato pelo interino Pintado, ex-jogador do clube.

Publicidade

Ricardo Gomes é o terceiro técnico a ser demitido nas últimas rodadas do Brasileirão 2016. Há duas semanas, o Fluminense dispensou Levir Culpi, quando restavam quatro partidas para o encerramento da competição. No domingo passado, o Internacional encerrou o contrato do Celso Roth, quando restavam três partidas para o final do Campeonato Brasileiro. Isso faz parte tão já tão criticada cultura do futebol brasileiro de não dar continuidade ao trabalho dos seus técnicos de futebol. #Resenha Esportiva #São Paulo FC