O São Paulo Futebol Clube anunciou, na tarde desta quinta-feira, dia 24 de novembro, o nome de Rogério Ceni para comandar a equipe a partir de 2017.

Em notícia veiculada no site, o #novo técnico demonstrou que pretende ser parceiro da equipe durante ao assumir. "O grande segredo do futebol é administrar pessoas e se relacionar bem com seus jogadores. São eles que podem fazer diferença. Eu quero que eles vejam futebol da maneira como eu via quando jogava, eu quero um time vencedor, que tenha uma mentalidade vencedora. Eu tenho certeza de que eles vão entender isso, já conheço muitos deles e sei da mentalidade vencedora que eles têm", afirmou.

Publicidade
Publicidade

Também de acordo com o portal oficial de notícias do clube, Ceni passou uma temporada na Europa para se preparar para assumir o comando do time. O novo técnico estudou em Londres, visitou alguns clubes locais e partilhou sua experiências com treinadores renomados.

Esperança para a equipe

Ceni assumirá o clube em um momento delicado e neste ano ficou bem próximo da zona de rebaixamento para a série B do Brasileirão.

O clube também enfrenta a pior crise financeira de sua história, com queda vertiginosa no número de publicidade e desvalorização da marca, segundo levantamento da Divisão Sports Management, da BDO Brazil.

O anúncio agradou os são-paulinos e o nome do ex-jogador figurou entre as principais hashtags no Twitter, ao longo desta quinta-feira.

“Zidane no Real Madrid e #Rogério Ceni no São Paulo.

Publicidade

O meu coração não aguenta”, disse o torcedor Diogo de Freitas.

A torcedora Graziela Rodrigues enfatizou a história de Ceni no São Paulo e demonstrou otimismo com a notícia. “Agora sim com Rogério Ceni como técnico o clube vai pra frente, ídolo que tem história no time e ama o clube de verdade”, twittou.

As piadinhas em torno do nome não foram poucas, principalmente vindas de torcedores de times rivais.

"É mais do mesmo. Ele já manda no time há anos com resultados pobres”, ironizou Renata Mendonça.

Mito

Tratado como mito pela torcida, Rogério Ceni foi um daqueles jogadores à moda antiga, que demonstram amor pelo clube.

Há pouco mais de um ano aposentado, Ceni é um atleta vitorioso dentro do clube, detentor de três campeonatos brasileiros, três campeonatos paulitas, dois Mundiais de Clubes, duas Taças Libertadores da América, duas Recopas, um torneio Rio-São Paulo, uma Supercopa dos Campeões, uma copa Conmebol, uma copa Sul-Americana e um campeonato mato-grossense, em 26 anos de carreira.

É também considerado maior goleiro-artilheiro na história do futebol mundial, com 132 gols. #SPFC