Jogando no Estádio do Mineirão, o #Grêmio bateu o Atlético Mineiro por 3 a 1, ficando bem perto de seu quinto título na #Copa do Brasil. A favor dos Gaúchos está o fato de nunca um time que venceu o primeiro jogo fora de casa ter perdido o título. Para piorar a situação do Galo, o time teria que fazer diferença de dois gols apenas para levar a disputa para os pênaltis, fato que aconteceu uma única vez na história do torneio, que foi ano passado, quando o gol fora deixou de ter peso na decisão e o Palmeiras se aproveitou disso para ser campeão contra o Santos.

Por outro lado, o time mineiro se agarra ao histórico de equipes que não venceram o primeiro jogo em casa, mas puderam dar a volta olímpica no campo do adversário.

Publicidade
Publicidade

E esse histórico começou justamente com seu maior rival.

Empatou em casa, ganhou fora

Em 1996, o Cruzeiro empatou o primeiro jogo no Mineirão em 1 a 1 contra o fortíssimo Palmeiras, mas surpreendeu no Palestra Itália com uma vitória de virada por 2 a 1. No ano seguinte, o próprio Grêmio empatou sem gols em Porto Alegre e conseguiu um empate em 2 a 2 contra o Flamengo, no Maracanã. Naquela época o gol fora ainda era critério de desempate na decisão.

Quatro anos depois, o Tricolor Gaúcho repetiu o feito em cima do Corinthians. Assim como em 97, o primeiro jogo foi no Olímpico, com empate em 2 a 2. Na volta, com o Morumbi lotado, o time bateu os alvinegros por 3 a 1.

Em 2004 aconteceu a mais surpreendente de todas as decisões. Depois de empatar em 2 a 2 em São Paulo, o Santo André calou um Maracanã lotado, derrotando o Flamengo por 2 a 0, ficando com o título.

Publicidade

A última vez que um time conseguiu o título vencendo o segundo jogo fora de casa, após não triunfar na partida de ida, foi em 2007. Na ocasião, o Fluminense empatou na ida com o Figueirense em 1 a 1 no Maracanã, e venceu a volta por 1 a 0 em pleno Orlando Scarpelli.

Grêmio e Atlético/MG têm novo encontro na próxima quarta-feira (30), na Arena do Grêmio. O time gaúcho poderá perder por até um gol de diferença, enquanto que o Galo terá que fazer dois gols de diferença para levar a decisão para as penalidades. O gol fora não conta como critério de desempate na final. #Atlético MG