Se depender de apoio, o Fluminense encerrará o jejum de seis jogos sem vitórias nesta terça, quando enfrenta, a partir das 17h (de Brasília), no Maracanã, o Atlético-PR na abertura da 35ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Pela manhã, torcedores formavam enormes filas nos postos de venda em busca de adquirir os seus ingressos.

Segundo a diretoria do Tricolor, no estádio onde será realizada a partida, foram disponibilizados 72 guichês para atender ao público. Eles funcionam desde às 10h (de Brasília) e só fecharão após o fim do primeiro tempo.

Até a última segunda, mais de 25 mil bilhetes já haviam sido comercializados. A expecta tiva inicial era de o Maracanã receber 40 mil pessoas, mas esse prognóstico, devido à grande movimentação desde quando iniciou a venda das entradas, pode ser superado.

Publicidade
Publicidade

O confronto diante do Atlético-PR marca a estreia de Marcão à frente do #Fluminense. Auxiliar-permanente do clube, o ex-volante, duas vezes campeão carioca com o próprio Tricolor, ainda não divulgou oficialmente qual será a escalação do time titular. A novidade deverá ficar por conta do retorno de Diego Cavalieri O goleiro não entra em campo há mais de dois meses por conta de uma lesão muscular. Outro que pode estar em campo é Richarlison. Na derrota de 4 a 2 para o Cruzeiro, no Mineirão, o centroavante sofreu uma pancada na coxa direita e acabou ficando com um edema no local. Nos últimos dias, porém, ele trabalhou normalmente e não deverá ser problema.

Ao longo dos anos, Fluminense e Atlético-PR ficaram marcados por alguns duelos decisivos. Em 2002, ambos disputaram uma das semifinais daquele Brasileirão e o Furacão, que, mais tarde, ficaria com o título, venceu o Tricolor por 3 a 2.

Publicidade

O troco carioca veio nas quartas-de-final da Copa do Brasil de 2007. Com um gol de Adriano Magrão, o Flu, que também se sagraria campeão do respectivo torneio, derrotou os paranaenses por 1 a 0. Esses dois jogos aconteceram na Arena da Baixada, em Curitiba. Nove anos depois, dessa vez pela decisão da Copa da Primeira Liga, dessa vez no Mário Helênio, em Juiz de Fora, a equipe das Laranjeiras, tendo, como heroi, Marcos Júnior, repetiu o placar sobre o rival para garantir mais uma taça.

Essa rivalidade ganha um tempero maior no Campeonato Brasileiro desse ano, pois ambos lutam por uma vaga no G-6 e, consequentemente, estarem na próxima Libertadores. No momento, a vantagem é do Atlético-PR, que, com 51 pontos, ocupa a sexta posição, enquanto o Fluminense, somando 48 pontos, está em nono na classificação. #PaixãoPorFutebol