O Campeonato Paulista de 2017 já tem sua fórmula de disputa definida. Em conselho arbitral, realizado na manhã desta terça-feira (1º), na sede da FPF, em São Paulo, dirigentes dos 16 clubes que integram a Série A-1 discutiram o regulamento do estadual, que será disputado entre os dias 29 de janeiro e 7 de maio. O campeão embolsará 5 milhões de reais de premiação.

Na primeira fase, os clubes foram divididos em 4 grupos de 4. Eles jogarão contra os clubes dos outros grupos, com os 2 melhores de cada um deles avançando para as quartas de finais, que assim como as semifinais, será disputada em jogos de ida e volta. A decisão do título também será em 2 jogos.

Publicidade
Publicidade

Ao final da primeira fase, os 2 últimos colocados na classificação geral cairão para a Série A-2.

Os clubes também aprovaram a volta do Troféu do Interior, a ser disputado em 4 datas e que reunirá os times que ficarem entre 9º e 14º, excluindo Santos, São Paulo, Palmeiras e #Corinthians. Se algum deles ficar entre essas posições, a vaga irá para o 15º e assim por diante. O campeão deste torneio paralelo ganhará vaga na Copa do Brasil. A #Federação manteve o regulamento que prevê apenas a inscrição de 28 jogadores, e que técnicos demitidos não poderão dirigir outro time da mesma divisão.

Veja como ficaram os grupos:

Grupo A: Corinthians, São Bernardo, Ituano e Botafogo

Grupo B: São Paulo, Red Bull Brasil, Linense e Ferroviária

Grupo C: Palmeiras, São Bento, Grêmio Novorizontino e Santo André

Grupo D: Santos, Audax, Ponte Preta e Mirassol

Série A-2 e A-3

Na segunda-feira (31), foi a vez das Séries A-2 e A-3 do Campeonato Paulista terem a realização de seu conselho arbitral.

Publicidade

Na Série A-2, os 20 clubes jogarão entre si em tuno único, com os 4 melhores avançando para as semifinais a ser disputada em jogos de ida e volta. Os finalistas, além de garantirem o acesso para a elite em 2018, farão da decisão em jogo único. Os 6 últimos cairão para a Série A-3. Com 22 datas, o campeonato começa em 22 de janeiro e conhecerá seu campeão em 7 de maio.

Disputarão a Série A-2 as equipes do Barretos, Batatais, Bragantino, Guarani, Juventus, Penapolense, Portuguesa, São Caetano, Taubaté, Velo Clube e Votuporanguense, além dos rebaixados da A-1 deste ano Água Santa, Capivariano, Mogi Mirim, Oeste, Rio Claro e XV de Piracicaba. Rio Preto e Sertãozinho, promovidos da A-3, completam os participantes.

A Série A-3 também terá 20 equipes, que na primeira fase jogarão entre si em turno único. Porém os 8 melhores colocados avançam para a segunda fase. Diferente deste ano, quando foram feitos 2 quadrangulares, os times se enfrentarão em mata-mata até sair os 2 finalistas, que decidirão o título e também ganharão o acesso para a A-2.

Publicidade

Os 6 últimos colocados cairão para a Segunda Divisão (que equivale à 4ª divisão). Esta divisão será um pouco mais extensa que as demais, sendo disputada de 29 de janeiro a 28 de maio.

Tanto na A-2 quanto na A-3, também é limitado a 28 o número de atletas inscritos por equipe. Eles não poderão se transferir para times da mesma ou para as outras duas divisões. Atletas machucados poderão ser substituídos ao final da primeira fase. Treinadores não poderão dirigir 2 clubes no mesmo campeonato.

Disputarão as 2 vagas para a Série A-2 de 2018 os times do Atibaia, Grêmio Catanduvense, Comercial, Desportivo Brasil, Flamengo de Guarulhos, Grêmio Osasco, Independente de Limeira, Inter de Limeira, Marília, Matonense, Monte Azul, Nacional, Noroeste, Olímpia, Paulista de Jundiaí, Portuguesa Santista, São Carlos e São José dos Campos FC. O Atlético Sorocaba, que também tinha o direto de participar, pediu licença. Sua vaga deverá ser ocupada pelo Taboão da Serra, terceiro colocado da Segunda Divisão. #Paulistão