Túlio Maravilha desistiu da aposentadoria e retornou ao futebol profissional. Desta vez, o atacante dos mil gols vai jogar pelo C.A. Taboão da Serra (CATS), equipe que disputa a Série A3, que na realidade é a terceira divisão, do Campeonato Paulista. Só que as novidades não param por aí: além de Túlio, o clube também fechou com o seu filho Tulinho. A contratação foi anunciada no Facebook oficial do clube na quinta-feira, 10 de novembro: “Túlio Maravilha e seu filho assinaram contrato hoje com o CATS e são os novos reforços para a nova temporada 2017!”. O CATS será o 31º clube da carreira de Túlio pai, enquanto é o primeiro contrato profissional do filho.

Publicidade
Publicidade

Aposentado desde 2014, após marcar o seu contestado milésimo gol, Túlio diz estar bem fisicamente e que acredita que num prazo entre dois e três meses estará pronto para estrear. “Estou muito empolgado com a possibilidade de jogar ao lado do meu filho Túlio (Tulinho). Também almejo marcar o gol de número 1.001, que será o “Gol Bombril”. Espero alcançar o mesmo sucesso que tive por outras equipes e ajudar o CATS”, afirmou Túlio esbanjando o seu tradicional bom humor. E para marcar a sua chegada e a fama de craque marketeiro, o atacante recebeu a camisa número 1.000, referente ao número de gols marcados na carreira.

Goleador contestado

Revelado pelo Goiás, o auge de Túlio no futebol brasileiro ocorreu entre os anos de 1994 a 2000, quando atuou por grandes clubes como Botafogo-RJ, Corinthians, Vitória, Fluminense e Cruzeiro.

Publicidade

O atacante marcou época tanto pelos gols como também pelas frases de efeito provocativas aos adversários e autopromoção. Seus principais títulos são o Brasileiro de 1995 e o Torneio Rio-São Paulo de 1998, pelo Botafogo-RJ, o Campeonato Paulista de 1997, pelo Corinthians, Recopa Sul-Americana de 1998, pelo Cruzeiro, e cinco Campeonatos Goianos, sendo quatro pelo Goiás e um pelo Vila Nova.

Entre os 31 times que vestiu a camisa, o Botafogo-RJ e o Vila Nova são os com que o artilheiro mais se identifica, tendo atuado por estes clubes em quatro oportunidades diferentes.

Túlio é o único jogador que foi artilheiro do Campeonato Brasileiro da Série A, Série B e Série C. Outro recorde pessoal são as três vezes artilheiro da Série A, em 1989, 1994 e 1995. Somente Túlio, Romário e Dadá Maravilha conseguiram tal proeza até hoje.

Jogou pela Seleção Brasileira em 15 partidas entre 1990 e 1995, assinalando 13 gols. #FutebolBrasileiro #TúlioMaravilha #SérieA3Paulistão