O #avião da #Chapecoense que ia da Bolívia para Medellín, na Colômbia, caiu nessa terça-feira (29/11), às 1h15 no horário de Brasília. Havia 81 pessoas no avião, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes, que saiu na segunda-feira à noite do Aeroporto de Guarulhos e fez uma pausa na Bolívia, antes de seguir para a Colômbia.

O Chapecoense, time brasileiro da cidade de Chapecó, em Santa Catarina, iria disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na quarta (30/11) e dessa tragédia, apenas 5 passageiros sobreviveram.

Faltavam cerca de 30 km para o avião chegar ao aeroporto e as causas da queda estão sendo investigadas.

Publicidade
Publicidade

As primeiras especulações da investigação apontam uma pane elétrica, associada a más condições meteorológicas e, por ser um voo noturno, o piloto poderia estar cansado e com os reflexos mais lentos.

O avião é do modelo Avro Regional Jet 85, projetado para trajetos curtos e tinha 17 anos de funcionamento. Esse modelo parou de ser fabricado nos anos 1990, pelo motivo de consumir mais combustível do que os aviões concorrentes, e até hoje foram registrados 13 acidentes com esse tipo de avião.

Fotos e lista de jogadores no avião da Chapecoense

Eram 81 pessoas a bordo do avião, 6 foram resgatadas com vida, mas uma delas morreu a caminho do hospital. Entre os sobreviventes, estão Alan Ruschel, Danilo e Follmann do time da Chapecoense, o jornalista Rafael Henzel e a comissária Ximena Suarez.

Os laterais Gimenez, Dener, e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela faleceram no momento do #Acidente.

Publicidade

Houve tempestade durante todo o trajeto entre São Paulo e Colômbia, o que certamente dificultou bastante a visibilidade do piloto e também atrapalhou no momento do resgaste. Segundo o COE (Comitê de Operação de Emergência), foi emitido um aviso de emergência por falha técnica pela aeronave por volta das 22h, no horário local entre as cidades de Ceja e La Unión.

Esse é o maior acidente com delegação esportiva do mundo, e entre os passageiros também estavam 21 jornalistas. Veja algumas fotos do acidente e do resgate: