A notícia da morte dos jogadores do #Chapecoense causou comoção mundial. Pessoas de diversos lugares do país e do mundo prestaram homenagens aos jogadores, jornalistas e demais passageiros que foram vítimas da queda do avião da companhia aérea Lamia.

No interior do estado de São Paulo não foi diferente. Alunos que participavam de um interclasse em uma escola emocionaram a todos com suas homenagens.

A Escola Estadual Dr. Honorino Fabbri, localizada na cidade de Hortolândia (120 km da capital) promoveu, nesta última semana (28/11 a 02/12), um campeonato interclasse entre os alunos dos 2º e 3º anos do colégio. Exatamente na semana do #Acidente.

Publicidade
Publicidade

Na noite do dia 29 de novembro, dia em que ocorreu a queda da aeronave, os alunos fizeram 1 minuto de silêncio antes do início da partida, em respeito às vítimas da tragédia. E não para por aí, nos dias seguintes, antes do início da partida, todos os jogadores faziam uma oração em memória das vítimas.

A comoção maior foi no último dia de disputa do campeonato, sexta-feira (02/12). Ao final do jogo dos times finalistas, a vitória não foi dada a nenhum time. Os alunos dedicaram o jogo e a conquista da disputa aos jogadores do Chapecoense.

Neste dia, todos os jogadores usavam uma faixa verde como braçal, e uma pulseira também verde, como forma de memória aos jogadores do Chapecoense.

Após as dedicatórias, os jogadores se uniram para uma foto em conjunto com um cartaz escrito "#ForçaChape" e divulgaram nas redes sociais.

Publicidade

Os professores e demais autoridades da escola ficaram emocionados com a #homenagem prestada, inclusive os alunos que assistiram às partidas.

"Em um momento de luto e tristeza tão grande com essa tragédia, atitudes iguais às desses meninos e centenas de outras pessoas são o que fortalecem as famílias das vítimas, e nos fazem acreditar na solidariedade humana" afirmou um dos alunos que assistiu a homenagem.

É de fato emocionante ver pessoas que não tinham nenhum envolvimento com as vitimas e as famílias se disporem a prestar apoio neste momento tão difícil.

O acidente

O avião decolou da cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolivia, e tinha como destino a cidade de Medellín na Colômbia. Porém, a aeronave perdeu contato com a torre de controle aproximadamente às 22h15 (horário local - 01h15 no horário de Brasília), hora em que provavelmente ocorreu a queda.

No avião haviam 77 pessoas, sendo 68 passageiros e 9 tripulantes. Infelizmente, dos 77, apenas 6 sobreviveram.

No avião seguiam, além da tripulação, o time, comissão técnica e jornalistas.

Publicidade

O time estava indo disputar a final do campeonato Sul-Americana na Colômbia

Os corpos dos jogadores chegaram no sábado (03/12) ao Brasil, e foram levados até a Arena Conda, campo do time catarinense, onde ocorreu o velório e homenagens finais.

Diversas causas do acidente estão sendo debatidas na imprensa, como falta de combustível e erro do piloto, porém, somente as investigações poderão revelar o que levou à queda do avião.

Nas próximas semanas, a imprensa nacional e as autoridades competentes deverão se pronunciar sobre o caso e trazer novas informações.