O #Palmeiras está de remodelando para a temporada de 2017. Depois de perder o técnico Cuca, sua comissão e o auxiliar Alberto Valentim, chegou a hora de resolver mais alguns assuntos.

Maurício Galiote, novo presidente, está negociando diretamente para ter Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, por, pelo menos, mais um ano. A ideia é justamente permitir que Mattos monte a nova equipe junto com o futuro técnico. Por falar em técnico, o Alviverde também negocia com Eduardo Baptista, ex-técnico da Ponte Preta. Baptista pediu demissão do time campineiro para negociar sem mais delongas com o Palmeiras. O Internacional-RS também colocou o treinador como alvo, mas não deve ter condições de competir com o clube paulista.

Publicidade
Publicidade

Reforços

Keno, do Santa Cruz, Raphael Veiga, do Coritiba e Hyoran, da Chapecoense, já são os novos reforços palmeirenses para 2017. Os três devem ser apresentados em breve na Academia de Futebol. Só não se apresentaram ainda porque o Campeonato Brasileiro não acabou e o técnico não foi definido.

Lucas Pratto, atacante do Atlético-MG e titular da Seleção Argentina, é o principal alvo do Palmeiras também. O São Paulo tentou negócio, mas já se afastou por conta dos altos valores. Segundo informações da imprensa, para ter Pratto o clube tem que desembolsar cerca de R$ 45 milhões.

Disposto a pagar, a diretoria do Palmeiras encontra dificuldades em convencê-lo. Em entrevista recente, Pratto disse que 'é difícil' defender outro clube no Brasil após a identificação que teve com o Galo mineiro.

Publicidade

O argentino também disse que não segue acompanhando a imprensa e não sabe de nenhuma proposta. O jogador está focado na decisão da Copa do Brasil. No jogo de ida, no Mineirão, o Grêmio venceu por 3 a 1 e praticamente colocou uma mão na taça.

Retorno e férias

Os jogadores do Palmeiras retornaram, nesta terça-feira, para as atividades. Dez atletas titulares já receberam férias e viajaram. O restante faz movimentação leve, ainda com Cuca, para encarar o Vitória pela última rodada do Campeonato Brasileiro. #Mercado da bola