A notícia do possível interesse do Flamengo na contratação de Dario Conca, surgida na última quinta, causou um alvoroço em uma considerável proporção da torcida do Fluminense, clube o qual atuou, com grande destaque, por duas vezes. Nesta sexta, porém, em postagem no seu Facebook, Michel Simoni, ex-responsável pelo departamento médico do Tricolor, disse que esse investimento é bastante questionável.

De acordo com Simoni, o meia argentino, com quem trabalhou nas duas passagens do atleta pelas Laranjeiras, além da idade, está muito tempo afastado dos gramados por conta de uma lesão séria no menisco do joelho direito e pode não apresentar o nível de antes.

Publicidade
Publicidade

Ele também não garante que o prazo determinado para o retorno do apoiador, entre março e abril, seja definitivo.

No entanto, Michel Simoni torce para estar equivocado e que o atleta, o qual confessa ser um grande admirador, possa mostrar a sua categoria, mesmo atuando em um time rival ao Flu.

Em 2005, quando defendia a Universidad Católica, do Chile, Dario Conca chamou a atenção dos então dirigentes do Fluminense, mas o negócio acabou fracassando e o argentino, duas temporadas depois, vestiu a camisa do Vasco. Em 2008, porém, o meia veio para as Laranjeiras e, naquele mesmo ano, fez parte do grupo vice-campeão da Taça Libertadores.

O auge no Tricolor veio em 2010, quando atuou em todas as 38 rodadas e foi eleito o grande responsável pelo título do Campeonato Brasileiro. Na metade de 2011, viveu a sua primeira aventura no futebol chinês, defendendo o Guangzhou Evergrade.

Publicidade

Quatro anos depois, o Fluminense contando, na ocasião, com o aporte da antiga patrocinadora, a Unimed, trouxe o portenho de volta, mas o rendimento não foi tão positivo. Em 2015, quando acabou a parceria do Tricolor com a empresa médica, acertou seu retorno à China, dessa vez para o Shanghai SIPG.

O desejo do Flamengo é trazer Dario Conca por um empréstimo de um ano com salários de R$ 500 mensais. A princípio, ele viria para ser a sombra de Diego. Procurada, a diretoria rubro-negra não comenta sobre o assunto. #Fla-Flu #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola