Nesse momento, é transmitido para todo o mundo uma homenagem que ficará marcada na história do futebol mundial, com a maior mensagem de respeito, amor e paz que um clube poderia ter pelo outro.

Poucas horas após o acidente de terça-feira, 29, o Atlético Nacional anunciou que o título da Copa Sul-Americana deve ser entregue ao #Chapecoense e convidou, através de suas redes sociais oficiais, os torcedores colombianos para uma homenagem aos brasileiros, no horário que aconteceria o jogo, nessa quarta-feira, 30.

A homenagem começou e surpreendeu veículos de comunicação de todo o mundo. Com um estádio lotado com milhares de pessoas e as ruas tomadas por uma multidão que queria demonstrar seu respeito pelo clube brasileiro, os jogadores soltaram 71 pombas no estádio, simbolizando as 71 vidas que agora voam para a o céu.

Publicidade
Publicidade

O momento arrancou lágrimas dos presentes e dos telespectadores.

As imagens são transmitidas por dezenas de emissoras da América Latina, bem como emissoras esportivas da América do Norte e Europa. As imagens também foram disponibilizadas por programas esportivos que possuem canais oficias no Youtube.

Muitos torcedores levaram cartazes e faixas com mensagens de apoio e dizeres como: “Nasce uma nova família”. A homenagem transforma o Atlético Nacional em um gigante, pois tal demonstração de humildade e respeito, conquistou a admiração de milhões de pessoas. A próxima viagem do clube colombiano, até o Brasil, com certeza será muito diferente e o torcedor ficará dividido entre seu time do coração e o novo gigante da Colômbia.

O ministro das relações exteriores do Brasil, José Serra, está no estádio ao lado do governador do estado e de toda a equipe técnica do Atlético Nacional.

Publicidade

Autoridades das Forças Armadas Colombianas participam da homenagem e os torcedores acenderam velas no estádio, mostrando uma imagem de paz incrível em meio ao escuro. Emocione-se com a homenagem que deixou claro que o futebol é um só!

Abaixo segue a transmissão ao vivo direto de Medellín, na Colômbia:

#ForçaChapecoense #Resenha Esportiva