Nove dias após o maior pesadelo que um clube de futebol poderia viver, o jogador da #Chapecoense, Alan Ruschel dá motivos para os torcedores da Chape sorrirem. Após ter alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva), o jogador caminha, ao lado do médico, no Hospital San Vicente, na Colômbia.

Um vídeo gravado com um celular, mostra o atleta caminhando, se sentando com a ajuda do médico e avisando que assim que estiver melhor, poderá retornar ao Brasil. Alan foi um dos seis sobreviventes do acidente que matou 71 pessoas.

Além de Alan, Jackson já gravou um áudio em que agradece o carinho dos brasileiros e avisa que vai sair daquela situação.

Publicidade
Publicidade

Hoje os médicos disseram que, por conta de uma infecção, o goleiro terá que amputar mais quatro centímetros da perna. O jornalista Rafael publicou uma foto dele no hospital, na manhã dessa quarta-feira, 7, agradecendo as mensagens de carinho e pedindo que as pessoas orem por Jackson, Alan e Neto. O técnico de voo Erwin e a aeromoça, Ximena, já tiveram alta do hospital. O único sobrevivente que está em uma situação delicada é o zagueiro Neto, que ainda está sedado e respirando com a ajuda de aparelhos.

Assista ao vídeo de Alan:

O retorno aos gramados

Alan já disse que quer voltar a jogar futebol, após concluir seu tratamento e estiver liberado pelos médicos. Os profissionais que atendem Neto dizem que após a recuperação, ele também poderá voltar aos gramados. Não se sabe se ele terá alguma sequela.

Publicidade

Rafael deve levar uma vida normal após se recuperar. Os médicos tentam preservar o máximo possível da perna direita de Jackson, para que ele possa usar uma prótese e tenha uma vida normal.

Erwin e Ximena jamais esquecerão o trauma vivido no voo mortal da Lamia, do último dia 29 de novembro, mas não devem ter nenhuma sequela física.

A Chapecoense começa a trabalhar para montar o time e uma diretoria forte para se reerguerem no próximo ano. O clube sabe que não será fácil, mas como já é conhecido em Chapecó, um chapecoense jamais desiste e luta até atingir o seu objetivo, e isso pode ser provado pelo fato de um clube do interior ter crescido tanto em tão pouco tempo.

Na última segunda-feira, 5, a Conmebol oficializou e concedeu o título de campeão da Copa Sul-Americana 2016 à Chapecoense. O time de Santa Catarina disputará a Recopa em 2017, além de ter vaga garantida na Copa Libertadores da América de 2017, devido ao título continental. #ForçaChape #Resenha Esportiva