Nesta quinta-feira (08), o #Barcelona, por meio de seu site oficial, convidou a #Chapecoense para disputar um torneio amistoso em 2017. A taça Joan Gamper será disputada em agosto do próximo ano no Camp Nou. O tradicional torneio faz parte da pré-temporada do Barça.

O último brasileiro a participar do Joan Gamper foi o Santos em 2013, e na ocasião foi goleado pelos catalães por 8 a 0, com Neymar já defendendo o Barcelona.

Segundo o site oficial do clube, uma homenagem será feita aos 71 mortos na tragédia com o avião da equipe, que caiu quando viajava para Medellín-COL, para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-americana.

Publicidade
Publicidade

Um convite oficial foi enviado para a equipe de Chapecó, no qual o Barcelona diz que deseja participar da reconstrução da equipe, para que volte a atingir o nível competitivo que tinha antes da tragédia.

Os catalães já haviam homenageado a Chapecoense em seus treinamentos e em partidas válidas pelo Campeonato Espanhol e pela Uefa Champions League. Em entrevista após o acontecimento, o técnico Luis Henrique foi o primeiro a propor um jogo entre as equipes.

Atualmente a diretoria da Chapecoense está trabalhando para reconstruir o elenco, e trabalha com a possibilidade de contratar até 22 jogadores.

Segue abaixo o comunicado oficial postado no site do Barcelona:

O Barcelona decidiu convidar à edição do próximo Troféu Joan Gamper, que será realizado no mês de agosto de 2017, a equipe brasileira da Chapecoense, vítima de um trágico acidente aéreo quando ia jogar a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia, no dia 28 de novembro.

O Barcelona quer homenagear as 71 pessoas que morreram no acidente e a suas famílias, motivo pelo qual se trabalhará para que a edição do Troféu Joan Gamper 2017 seja uma grande homenagem do mundo do #Futebol a todos eles através de diferentes iniciativas em torno dessa partida e que serão mostradas à medida que se aproxime a data de sua celebração.

Com o convite à Chapecoense ao Troféu Joan Gamper 2017, o Barcelona quer colaborar com a reconstrução institucional e esportiva do clube, e ajudar que possa recuperar o nível que tinha."