Os altos investimentos feitos pelo #Flamengo foi assunto durante o programa "Seleção SporTV" dessa segunda-feira. Debatendo sobre a necessidade da contratação do argentino Darío #Conca, o comentarista #André Loffredo levantou o questionamento sobre 'de onde surgiu esse dinheiro do Flamengo' para uma contratação de alto impacto, sendo que o jogador deverá ser reserva no ponto de vista do jornalista. Marcelo Barreto, apresentador do programa, creditou à boa administração da diretoria rubro-negra e foi, então, rebatido por Loffredo 'nenhuma boa administração gasta 500 mil reais em um reserva'.

Flamengo responde pelo Twitter

Pouco depois da declaração de André Loffredo, o Flamengo se manifestou pelo Twitter informando que o clube tem uma área de transparência sobre as finanças do clube.

Publicidade
Publicidade

O humorista Antônio Tabet, vice-presidente de Comunicação do Flamengo e um dos sócios do canal Porta dos Fundos, também não perdeu a oportunidade de usar a rede social para cutucar o jornalista. Em uma sequência de tweets, o Kibe (como é popularmente conhecido na internet devido ao seu site 'Kibeloco') respondeu ao questionamento e ainda ironizou a capacidade de André Loffredo como jornalista.

Conca e mais reforços

O Flamengo promete vir forte para disputa da Copa Libertadores do próximo ano.

Publicidade

Além de Conca, nomes como do zagueiro Gil, do volante Rômulo e do meio-campo Marinho foram especulados no rubro-negro após o fim do Brasileirão. Dentre estes, a situação de Rômulo é a que parece estar mais avançada. O jogador conseguiu liberação junto ao Spartak Moscou e está livre para negociar seu retorno ao futebol carioca.

Até o momento, o clube da Gávea anunciou oficialmente apenas um reforço: o peruano Miguel Trauco, lateral-esquerdo, que chega para ser reserva de Jorge. Porém, segundo algumas especulações, a jovem revelação rubro-negra pode estar negociando sua saída para o Manchester City.

A possível transferência de Conca para o Flamengo revoltou alguns torcedores do Fluminense. Até o novo técnico do tricolor Abel Braga, manifestou sua opinião sobre a ida do argentino para o rival.

"Acho que o Conca é um ídolo, saiu do país, e tinha de fazer isso, para fazer a independência dele. Ele fez por onde. Mas tem de saber que a grande porta que se abriu não foi no país dele, na Argentina, mas no Brasil, no Rio de Janeiro e no Fluminense.

Publicidade

Quem foi o Conca antes do Fluminense?", disse Abel.