Considerado patrimônio da humanidade e parte da paisagem do Rio de Janeiro, o #Cristo Redentor é visto como uma imagem que retrata Jesus Cristo de braços abertos sobre a cidade maravilhosa. Visto de vários pontos da capital carioca, a estátua foi criada em 12 de outubro de 1931 e é tida como um dos maiores símbolos da América Latina. Na noite de terça-feira (29), a imagem do Cristo foi iluminada de verde, fazendo menção à cor oficial do time catarinense Chapecoense. Neste final de semana, novamente o Cristo Redentor homenageará os envolvidos na tragédia aérea que abalou o Brasil e o mundo, projetando os rostos das 71 vítimas fatais em seu manto.

Publicidade
Publicidade

O ato, que acontecerá na noite do próximo domingo (4), ainda não tem horário definido, mas promete emocionar a todos com a homenagem póstuma e de apoio aos familiares e amigos dos envolvidos no desastre.

O acidente

Na madrugada de terça-feira (29), a aeronave de matrícula CP2933 da empresa aérea boliviana LaMia, pilotada por Miguel Quiroga, que transportava a delegação do time catarinense Chapecoense juntamente com jornalistas, caiu em uma região montanhosa de mata fechada próxima ao aeroporto de Medellín, na Colômbia.

A principal suspeita para a queda da aeronave é a de "pane seca", que seria a falta de combustível. O laudo com detalhes que precederam à queda só será divulgado após peritos apurarem as conversas gravadas nas duas caixas-pretas que foram encontradas na tarde de terça-feira (29).

Publicidade

O avião transportava 77 pessoas, sendo 9 tripulantes. Ao todo, 71 morreram e 6 continuam hospitalizadas. Os passageiros a bordo tinham como objetivo participarem da primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o time Atlético Nacional, que aconteceria nesta quarta-feira (30) no estádio Atanasio Girardot. Essa seria a primeira participação do time de Chapecó em uma final sul-americana. O feito trouxe uma enorme euforia para os moradores do município com pouco mais de 200 mil habitantes e entusiasmo para os jogadores e equipe técnica que haviam garantido a vaga na final após uma defesa incrível do goleiro Danilo aos 48 minutos do segundo tempo da partida contra o San Lorenzo da Argentina. #Homenagem Chapecoense #Acidente avião Chapecoense