A triste tragédia que causou a queda do avião que levava a delegação da #Chapecoense e jornalistas que acompanhavam a equipe para disputar o jogo de ida da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, em Medellín na Colômbia, além de ter despertado uma grande tristeza despertou grandes gestos de solidariedade em todo o mundo, principalmente dentro do futebol internacional.

Um deles veio do islandês Eidur Gudjohnsen, que jogou no Chelsea entre 2000 e 2006 e, sendo contratado pelo Barcelona entre 2006 e 2010. Em seu Twitter, o atacante escreveu:

"Por respeito eu jogaria pela Chapecoense se eles tiverem um espaço para mim! E não apenas para jogar com Ronaldinho de novo"

O jogador, que além de atuar como atacante também atua como meia, jogou ao lado de Ronaldinho no Barça, no melhor momento na carreira do brasileiro.

Publicidade
Publicidade

Ambos os jogadores conquistaram a Champions League na temporada 2008-09.

R10, também fez algumas publicações em homenagem a Chape, especialmente para Matheus Biteco, volante revelado pelo Grêmio, o mesmo time responsável por revelá-lo. Deixando seus fãs agitados a respeito do próprio Ronaldinho ir jogar pelo Verdão do Oeste. Na sua conta no Twitter, Ronaldinho escreveu:

"Força para os familiares e amigos de todas as pessoas que estavam neste avião! Que Deus nos conforte nesse momento de luto! #ForçaChape "

"Vai em paz Matheus! Meus pêsames à toda a família! Desejo muita força e paz para que possam seguir em frente!"

Levir Culpi também se solidarizou

Na manhã desta terça-feira (6), Levir Culpi declarou que está à disposição da Chapecoense para comandar a equipe voluntariamente até a disputa do Campeonato Estadual 2017.

Publicidade

Em seu Twitter, o técnico postou duas declarações:

"Ontem pela manhã acordei decidido a oferecer meu trabalho de forma voluntária à Chapecoense até o final do Campeonato Estadual em maio."

"Nesse momento de consternação, ofereço apenas uma mão e me coloco à disposição. Porém, essa é uma escolha que cabe ao Clube, ao seu tempo..."

O técnico está sem clube desde que saiu do Fluminense em novembro. #Resenha Esportiva