Em vídeo gravado na manhã desta sexta-feira, 2, o ex-atacante do Corinthians, Dinei, criticou a falta de postura do Internacional perante a tragédia em que o avião que transportava a delegação da #Chapecoense caiu na Colômbia na última terça-feira, 29, deixando 71 mortos.

No decorrer da postagem, Dinei acabou utilizando palavras de baixo calão para se referir aos jogadores do Inter. Entre as palavras destacam-se ''vagabundos'' e ''pipoqueiros''. O ex-atleta reprovou a atitude dos colorados de não quererem entrar em campo pela última rodada do Brasileirão, marcada para o dia 11 de dezembro. Na ocasião, a última partida pode determinar a queda do time gaúcho para a série B do ano que vem.

Publicidade
Publicidade

Em uma entrevista coletiva, que ocorreu na manhã da última quinta-feira, 1º, o grupo de jogadores do Internacional decidiu se reunir na sala de imprensa do clube com o objetivo de protocolar um pedido de cancelamento da última rodada do #Campeonato Brasileiro. De acordo com a versão dos jogadores, eles estão psicologicamente abalados com a recente tragédia. O atual presidente do Internacional, Vitório Piffero, também pediu o cancelamento da partida, mas deixou brechas sobre o verdadeiro propósito do pedido. Após ser questionado sobre o fato de abrir mão de disputar a permanência na série A, e aceitar ser rebaixado para a série B, o presidente mudou seu discurso, dizendo: ''Não pretendo abrir mão de nada. O que estou querendo propor é que o campeonato permaneça incompleto''.

Piffero também defendeu a postura adotada pelo vice-presidente, Fernando Carvalho, que teria comparado a situação do clube igual a uma tragédia para explicar a situação vivida pelo time gaúcho no Campeonato Brasileiro.

Publicidade

As declarações acabaram repercutindo mal nas redes sociais, onde o dirigente recebeu muitas críticas pela infeliz declaração. Mais tarde, Carvalho acabou reconhecendo o erro e acabou se desculpando pela declaração.

Mesmo assim, as atitudes tanto da direção, quanto do grupo de jogadores do time gaúcho, acabaram desagradando Dinei. Ele também cita que os jogadores do Internacional de Porto Alegre não lhe representam. ''Estão querendo se aproveitar de uma situação para não entrar em campo daqui a 10 dias.’Vocês vão cair para a segunda divisão'', concluiu Dinei.

Aos 46 anos, o ex-atacante corintiano é considerado um dos maiores ídolos da história do Corinthians. Além do título mundial de 2000, Dinei foi bicampeão paulista e tricampeão brasileiro com o time paulista. Ele também teve uma breve passagem pelo Internacional entre 1994 a 1995.

#Futebol