O atacante Gabriel Barbosa, mais conhecido como #Gabigol, foi negociado pelo Santos para a Inter de Milão no primeiro semestre de 2016 por cerca de 98 milhões de reais. Para o clube brasileiro foi uma oportunidade de equilibrar as finanças e colocar os salários atrasados em dia. Já para o atacante, que integrou a Seleção Brasileira Olímpica, que conquistou a inédita medalha de ouro no futebol, era a chance de brilhar na Europa.

Passados quase seis meses, as coisas não aconteceram como planejado para o jogador. Quando o brasileiro chegou na Inter o técnico era o holandês, Frank De Boer, que chegou a declarar que Gabigol não estaria pronto para jogar no futebol italiano.

Publicidade
Publicidade

Por conta disso, Gabriel Barbosa não atuou mais do que 20 minutos com a camisa da Inter.

Mas passados três meses Frank de Boer acabou sendo demitido e assumiu o comando técnico do clube de Milão o italiano #Stefano Pioli, ex-treinador da Lazio que conseguiu classificar o clube a uma das vagas da Champions League pela primeira vez na sua história. Isso fez com que Gabigol tivesse algumas esperanças de receber maiores oportunidades na equipe da Inter, pois a imprensa dizia que Stefano gostava do atacante brasileiro.

No entanto, mesmo com a contratação do novo treinador, Gabriel Barbosa continua não sendo aproveitado na Inter. Essa situação tem deixado o jogador aborrecido. Wagner Ribeiro, seu empresário, disse que Gabigol se dá bem com todos os seus companheiros, mas que gostaria de ser melhor aproveitado, receber mais oportunidades para mostrar seu valor.

Publicidade

Wagner acrescentou que irá para a Itália no início de 2017 para tentar resolver a situação do Gabriel definitivamente.

Wagner, em entrevista à Rádio Bandeirantes criticou o ex-técnico Frank de Boer e o atual, Stefano Pioli. Com relação ao holandês, afirmou que conversou com Kia Joorabichian e este lhe disse que conversou com de Boer sobre o não aproveitamento de Gabigol, mas a explicação não foi convincente. O empresário do jogador brasileiro lembrou que o técnico italiano, Stefano prometeu dar mais chances para o Gabigol, mas, até o momento, nada mudou.

Embora o momento ruim do Gabriel Barbosa na Itália, Wagner considera difícil o retorno do jogador para o Santos, pois entende que diriam que voltou derrotado, além disso, se for emprestado ao Peixe, perderia a vaga que conquistou quando da sua contratação. No entanto, se Gabigol for para outro clube italiano, pode retornar em julho, mantendo sua vaga aberta. Wagner Ribeiro, salienta, porém, que o atacante brasileiro só manterá essa vantagem se permanecer na Itália #Resenha Esportiva