Como já é tradição, na segunda-feira seguinte à última rodada do Campeonato Brasileiro, foi realizada a 47ª edição do Troféu #Bola de Prata, quando foram eleitos os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro em cada posição e revelado o vencedor da Bola de Ouro, entregue ao melhor jogador do torneio. E o vencedor foi atacante #Gabriel Jesus, campeão brasileiro pelo Palmeiras e artilheiro do time no nacional. Como não poderia deixar de ser, a cerimônia foi recheada de homenagens à Chapecoense e também a Carlos Alberto Torres, capitão do tricampeonato mundial da Seleção Brasileira, falecido mês passado. Uma novidade foi a premiação para a melhor jogadora e a Prancheta de Prata, destinado ao melhor técnico.

Publicidade
Publicidade

João Palomino, é vice-presidente de jornalismo e produção da #ESPN no Brasil, abriu o cerimonial lembrando os mortos na tragédia da chapecoense e chamou ao palco a dona Ilaídes Padilha, mãe do goleiro Danilo, que recebeu uma Bola de Prata especial para que fosse entregue a Chapecó e à Chapecoense. Ela agradeceu ao carinho de todos e disse que gostaria que seu filho recebesse essa homenagem em vida.

Na premiação, cada vencedor recebeu seu troféu das mãos de um jogador campeão com a Seleção Brasileira, na Copa de 70. Aliás, sons daquela época tematizaram todo o evento. O primeiro contemplado foi Jaílson, do Palmeiras, que recebeu as mãos do companheiro de profissão em 70, ao a Bola de Prata de melhor goleiro.

Nas laterais Jean, do Palmeiras, foi o vencedor pela direita e Fábio Santos, do Atlético MG, levou o troféu de melhor lateral esquerdo.

Publicidade

O palmeirense não pode comparecer e deixou uma mensagem gravada, enquanto que o atleticano recebeu premiação de Zé Maria, lateral tricampeão do mundo, que também entregou o troféu para a dupla de zaga, formada por Geromel e Rever, jogadores de Grêmio e Flamengo, respectivamente.

Clodoaldo foi o responsável por entregar a Bola de Prata para Tche Tche, do Palmeiras, e Willian Arão, do Flamengo, eleitos os melhores volantes. Dudu e Moisés, ambos do Verdão, foram os melhores meias. O capitão palmeirense não pode comparecer, mas seu companheiro de time recebeu sua premiação das mãos de Edu. Fechando o time de premiados, o palmeirense Gabriel Jesus e Robinho, do Atlético MG, foram os atacantes ganhadores. Coube a Roberto entregar o troféu aos vencedores.

Formiga foi a vencedora do Bola de Prata na categoria feminina. Cuca, técnico do Palmeiras, foi o vencedor da Prancheta de Ouro, nova categoria destinada ao melhor treinador. Dadá Maravilha entregou o troféu de artilheiro para William Pottker, da Ponte Preta.

Publicidade

Fred, do Atlético MG, e Diego Souza, do Sport, também foram goleadores, mas não puderam comparecer.

O último premiado foi o jovem jogador Palmeirense. De partida para o Manchester City, o atacante palmeirense recebeu das mãos de Jairzinho, o Furação da Copa de 70, a Bola de Ouro. Antes, no entanto, foi exibido um vídeo de Pelé recebendo também uma Bola de Prata.

Premiados

Bola de Prata

  • Goleiro: Jaílson – Palmeiras
  • Lateral Direito: Jean – Palmeiras
  • Lateral Esquerdo: Fábio Santos – Atlético MG
  • Zagueiro: Geromel – Grêmio
  • Zagueiro: Rever – Flamengo
  • Volante: Tche Tche – Palmeiras
  • Volante: Willian Arão- Flamengo
  • Meia: Dudu – Palmeiras
  • Meia: Moisés – Palmeiras
  • Atacante: Gabriel Jesus – Palmeiras
  • Atacante: Robinho – Atlético MG
  • Futebol Feminino: Formiga

Prancheta de Prata

Cuca - Palmeiras

Bola de Ouro

Gabriel Jesus - Palmeiras