Ausente do calendário da #Fórmula 1 desde 2008, o Grande Prêmio da França voltará a fazer parte da principal categoria do #Automobilismo mundial em 2018, de acordo com anúncio feito pelo Automóvel Clube da França, nessa terça-feira, dia 6 de dezembro.

E a grande novidade neste retorno do GP da França à F1 é que a corrida, válida pela temporada 2018 da categoria, será disputada no tradicional circuito de Paul Ricard, ao invés do autódromo de Magny-Cours, que recebeu as provas em terras francesas entre os anos de 1991 e 2008.

Localizado em Le Castellet, região próxima à cidade de Marselha, o Circuito de Paul Ricard foi sede do GP da França por 14 vezes, entre os anos de 1971 e 1990.

Publicidade
Publicidade

A título de curiosidade, quem venceu a última corrida disputada por lá foi o francês Alain Prost, que por sinal ganhou as três últimas provas no circuito.

Além de fazer parte do calendário da F1 2018, o GP da França em Paul Ricard também será disputado nos anos de 2019, 2020, 2021 e 2022, pelo novo acordo selado entre os organizadores da corrida e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Reformas

Utilizado com grande regularidade para os testes da Fórmula 1, na fase de pré-temporada, o circuito de Le Castellet, como o clássico autódromo francês também é conhecido, vem passando por uma série de reformas nos últimos anos.

Desde 2002 já foram investidos mais de 80 milhões de euros para que a pista se adapte às novas normas internacionais. Outro detalhe importante divulgado pelos organizadores da prova é que a volta do GP de Paul Ricard deve gerar pelo menos 500 empregos temporários na região, a cada edição.

Publicidade

Calendário da F1 2017

A FIA divulgou o calendário da F1 2017, que terá um total de 20 provas disputadas, começando no dia 26 de março, com o GP da Austrália, e terminando no GP de Abu Dhabi, no dia 26 de novembro. Os GPs do Brasil e do Canadá, que estavam sob o risco de serem retirados do calendário, acabaram confirmados.

Já o GP da Alemanha, que também corria risco, ficará de fora do Mundial de F1 2017. #Esporte