Após o frustrante empate em 2 a 2 contra o Borussia Dortmund na última quarta-feira (7), que custou a primeira posição do grupo na Liga dos Campeões da Europa, o zagueiro do #Real Madrid teve mais um motivo para se lamentar. De acordo com o jornal El Pais, o jogador francês teve sua casa em Madrid invadida.

Ainda segundo a publicação, os ladrões levaram cerca de 70 mil euros em joias, dinheiro, eletrodomésticos e roupas. Ele prestou queixa na polícia e revelou ter se esquecido de ligar o sistema de alarme por ter que sair apressadamente.

Mesmo não tendo vencido o jogo pela #Liga dos Campeões, o Real alcançou um feito histórico ao igualar sua melhor série invicta.

Publicidade
Publicidade

O time acumula 34 jogos de invencibilidade, tendo nesse período 25 vitórias e 9 empates. A outra vez que ficou tantos jogos sem perder foi na temporada 1988 /1989, quando era dirigido por dirigido por Leo Beenhakker.

Mundial de Clubes e vantagem no Espanhol

A Liga dos Campeões, pelo menos até o inicio do próximo ano, é uma página virada na vida do Real Madrid, o foco agora é o Campeonato Espanhol e também o Mundial de Clubes, no qual o time Merengue inicia sua participação na próxima semana.

Sobre o Mundial de Clubes, o treinador Zinedine Zidane lembrou que o Real já ganhou muitos títulos no #Japão e que ganhar um mundial será bastante importante. Zidane disse ainda que por lá existem muitos torcedores madridistas. Com relação à vantagem de seis pontos para o segundo colocado (34 contra 28 do Barcelona) na competição doméstica, Zidane afirmou que isso não significa muito.

Publicidade

Ele disse estar satisfeito com a liderança, mas lembrou que ainda muito campeonato pela frente.

O próximo desafio do Real Madrid no Campeonato Espanhol será neste sábado (10), às 17h45, hora de Brasília, no Santiago Berbabéu contra o Deportivo La Coruña, que é apenas o 16º colocado, estando apenas um ponto fora da zona de rebaixamento. Depois disso, a delegação embarca para o Japão para a disputa do Mundial de Clubes. Para esta competição o time terá o desfalque de Bale, que só volta a jogar no ano que vem.