O jornalistas da ESPN Brasil Jorge Nicola revelou, na tarde desta terça-feira (27), que o jogador #Michel Bastos chegou a um acordo com a diretoria para deixar o São Paulo. As informações são de que ele abriu mão de dois meses de salários atrasados e parte do 13º salário e férias em troca da quebra do vínculo, que iria até o final de 2017.

O destino o jogador não deve ser muito longe. Especula-se que o atleta irá se transferir para o “vizinho de CT”, #Palmeiras. No Verdão, o jogador receberia salário de 280 mil reais, além de luvas que bateriam a casa de 1 milhão.

O jogador de 33 anos teve uma passagem conturbada pelo Tricolor.

Publicidade
Publicidade

Ele chegou em agosto de 2014, disputou 120 partidas e balançou as redes em 22 oportunidades. Depois de um começo promissor, na segunda metade do ano passado caiu de rendimento e começou a ser perseguido por parte da torcida. Em uma partida do Campeonato Paulista deste ano era vaiado toda a vez que tocada na bola. Em agosto, no episódio da invasão do CT, foi agredido por torcedores, o que praticamente selou sua saída do Morumbi.

Presidente corre risco de expulsão

Quem também poderá estar de saída do Morumbi é o presidente Leco. O Comitê de Ética do São Paulo aceitou uma denúncia contra o mandatário por conta de um episodio ocorrido em 2002, quando ele teria autorizado um pagamento de comissão na contratação do jogador Jorginho Paulista, época em que ainda era diretor de futebol. O valor, de 732 mil reais jamais foi pago e gerou um processo na Justiça, que custou ao clube R$ 4,6 milhões no ano passado

Leco agora terá um prazo para apresentar sua defesa ao Conselho de Ética.

Publicidade

Se condenado poderá ser advertido, suspenso e até mesmo expulso do clube.

Vitalícios

Nesta terça-feira (27), o Conselho do São Paulo se reúne para eleger novos membros vitalícios. O fato gerou polêmica, uma vez que será feito quatro dias antes do novo estatuto entrar em vigor e na semana das festas de final de ano.

A oposição também considera o fato como uma manobra. Pelo estatuto atual, só poderá haver eleição quando há pelo menos cinco vagas em aberto. Nesta terça, serão votadas seis. Pelo novo estatuto, só se poderá chamar eleição quando houver 10 vagas em aberto. #São Paulo FC