Após a Odebrecht entregar a concessão do Maracanã, dois grupos demonstraram interesse em administrar o palco da final da Copa do Mundo de 2014 e das decisões do torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Um deles é encabeçado pela empresa francesa Lagardère, que, juntamente com a BWA, tem, como ponto favorável, o fato de ser a responsável pela gestão da Arena Castelão, em Fortaleza, além do Independência, em Belo Horizonte.

Na última quarta, Flávio Portella, diretor-executivo da Lagardère, concedeu entrevista ao Época Esporte Clube e falou sobre o interesse de dirigir o Maracanã. Lembrado que Flamengo e Fluminense possuem contratos que permitem a ambos usar o local em partidas das quais sejam mandantes ao longo das temporadas, o empresário garantiu já ter ciência dos detalhes de cada acordo, mas limitou-se a falar mais especificamente do caso do Tricolor.

Publicidade
Publicidade

Segundo ele, o vínculo com a equipe das Laranjeiras, durável por 32 anos e que permite, à equipe das Laranjeiras, dentre outras vantagens, a exploração total das arquibancadas atrás dos gols, pode ser mantido ou, dependendo da negociação, até aprimorado.

"Ele é um contrato que está ativo. Podemos manter ou podemos melhorar. Depende das partes. Existem cláusulas de confidencialidade, então eu não posso entrar em detalhes, mas existe uma conversa em geral com os clubes", resumiu Portella.

Apesar do discurso de flexibilidade, o Fluminense se uniu ao Flamengo em favor do outro conglomerado, formado pela CSM, que tem, como cartão de apresentação, gerir a Amsterdam Arena, na Holanda e a GL Events, na França.

Desde 2013, o Maracanã deixou de ser administrado pelo poder público e passou para a mão da iniciativa privada.

Publicidade

A tendência é que a nova licitação, para quem tiver interessado na concessão do estádio, seja publicada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro até março do ano que vem. Lembrando que, para ganhar o direto de gerir o "Maior do Mundo", o ganhador tem a obrigatoriedade de associar-se a duas agremiações de futebol. #Maracanã #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol